X
Aquidauana

Funrural: Produtores rurais de Aquidauana e Anastácio estão satisfeitos com decisão do STF

STF derruba Funrural por 8 votos a 0

O presidente do Sindicato Rural de Anastácio, declarou satisfeito com essa decisão do STF

O STF (Supremo Tribunal Federal) julgou recurso extraordinário na tarde de quarta-feira e por 8 votos a zero derrubou a cobrança do Funrural em operações envolvendo pessoas jurídicas, considerando a cobrança inconstitucional, por ver nas operações a incidência de cobrança de impostos sobre impostos (bis in idem), inclusive de PIS e Cofins.

Segundo Márcio Torres, advogado da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), a decisão do STF cria um precedente jurisprudencial importante para os produtores rurais pessoas físicas de todo o Brasil. Torres é o autor do primeiro mandado de segurança no País, impetrado contra a cobrança do Funrural sobre operações envolvendo pessoas físicas. A ação foi impetrada em novembro do ano passado, em caráter liminar, e ainda aguarda pelo julgamento do mérito. Por enquanto vale a decisão da Justiça Federal de suspender a cobrança.

Torres, iniciará uma ação em nome da Acrissul, para reaver os valores pagos para o Funrural pelos produtores rurais nos últimos 5 anos.

João Passos, presidente do Sindicato Rural de Anastácio, declarou satisfeito com essa decisão do STF que veio aliviar uma preocupação grande dos produtores rurais de nossa região. Quaisquer outras informações poderão ser obtidas na sede do Sindicato Rural de Anastácio, informou o presidente João Passos.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Política

Governo propõe indicadores de produção para remuneração de agentes de saúde

Estado tem hoje quase 8 mil agentes

Saúde

Dengue: 14,7% das vacinas distribuídas aos municípios foram aplicadas

Distrito Federal avalia ampliar público-alvo para não perder doses

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo