05 de agosto de 2021
Anuncie Aqui
Dia dos Namorados

Casal "ungido", Humberto foi de quase missionário a esposo de Erika quando seu coração bateu forte

Uma história para quem acredita no poder do amor... mas com uma ajudinha da fé

12 JUN 2021 - 09h54min
Raul Delvizio

Esta manhã de sábado, 12 de junho, acordou com o amor espalhado pelo ar: hoje é Dia dos Namorados. Para acompanhar o clima de romance, O Pantaneiro traz uma história inspiradora e um tanto quanto curiosa. "Intervenção divina", o coração do jovem Humberto bateu mais forte por Erika e – ao invés dele seguir a vida de missionário e se tornar um possível sacerdote – se entregou completamente ao sentimento carnal. E não é que deu tudo certo?

Delivery Amorim_02
"Intervenção divina" fez Humberto migrar da jornada sacerdotal para acompanhar Erika no mesmo caminho do amor.

"Isso sem nunca abandonarmos a fé. A vontade de Deus também pode ser escrita por meio da formação de família cristã, em ter filhos, ajudar o próximo, fazer o bem. E temos tudo isso como motivo de orgulho", confirma Erika Gehre Dantas Torres, 40 anos, perita papiloscopista da Polícia Civil casada com Humberto Antonio Fleitas Torres, 38, vereador, empresário murtinhense e "por um triz" quase missionário.

"Tem até um episódio em que meu bem pediu uma 'confirmação divina' para ver se era mesmo para se casar comigo", brinca. E tiveram resposta: na época, abriu um concurso da Polícia Civil em Porto Murtinho. A vaga era apenas 1, mas com uma quantidade de candidatos muitíssimo superior, assegura Erika.

"Passei por todas as etapas até chegar na última, a prova física. E lá estava Humberto a me esperar da grade. Quando saiu o resultado, fiquei em 1º lugar geral do concurso justo na cidade onde ele nasceu e foi criado. É, acho que realmente era para termos casado", opina.

Registro de 2007, em Porto Murinho, ainda no início do namoro; Humberto até teve "aval de Deus" para se casarem.

Entre namoro, noivado e matrimônio, os dois se conhecem há 15 anos. Tudo começou no ano de 2006. Humberto integrava a programação de shows de uma festa católica em Campo Grande – o Milícia Fest – tocando violão ao lado da banda Rex Dominus, que participava. "Na época, eu também era voluntário da TV Milícia da Imaculada e fazia caminhada vocacional para entrar na congregação cristã. Iria para a sede em São Bernardo do Campo ser acompanhado pelo Frei Sebastião", conta o marido.

Alguns dias antes, Erika havia conhecido Fátima – irmã da hoje sua cara metade – em um retiro religioso. Convidada pela amiga a promover e participar da Milícia Fest, ela e Humberto acabaram se conhecendo pela primeira vez. O resto é história.

Casamento dos dois pombinhos foi em 2010, quatro anós após se conhecerem; pelo visto era realmente para ser.
Humberto ao lado do filho Davi segura a pequena Esther, a caçula do casal; família se baseias nos valores cristãos.

"Nossa fé em Cristo, o amor à Igreja Católica e a devoção à Nossa Senhora foram quem mais nos uniu. Em todo o tempo de namoro, noivado e casamento, nunca deixamos de servir a igreja, seja na Paróquia Sagrado Coração de Jesus em Porto Murtinho, onde moramos após nos casarmos, seja aqui na Paróquia Imaculada Conceição de Aquidauana, onde atualmente temos residência", diz a esposa.

O Dia dos Namorados é sempre muito especial para os dois, especialmente para Humberto: é também o seu aniversário. "Por conta da pandemia não haverá festa, é claro, mas o presente não pode faltar: é dia de agradecer a Deus pelo dom da vida do meu amor e pela intervenção divina de nos unir lá naquele mês de maio de 2006… até hoje", complementa Erika.

"Amor ungido": a partir de evento religioso, os dois se conheceram e tiveram a oportunidade de seguir a vida juntos.

Desde que selaram os votos, ela e o marido fizeram do amor, família. Hoje, têm o filho Davi, de 8 anos, e a pequena Esther, de 3, como os novos braços dessa árvore genealógica que parece que vai longe. "A pandemia que trouxe tantas tristeza também fortaleceu o sentimento que nutrimos aqui em casa. Pudemos passar mais tempo juntos, com nossos filhos, e isso é de se comemorar", agradecem.

"Eternos pombinhos", os dois se consideram companheiros e fiéis testemunhas um do outro. "Continuamos 'namorados' pois nosso sentimento é verdadeiro. Procuramos sempre pela opinião do parceiro para situações do cotidiano, seja trabalho, educação dos filhos, etc. O voto de termos uma vida junto é isso, dividimos de tudo um pouco, das coisas boas às ruins, mas sempre de coração aberto", finalizam.

Família Torres reside hoje em Aquidauana e continuam com os trabalhos cristãos na Paróquia Imaculada Conceição.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Acidente entre carro e moto deixa mulher ferida em Anastácio

2
Entretenimento

Motoqueiros fazem graça no trânsito e se dão mal; veja o vídeo

3
Aquidauana

Ao se valorizar, Néia prova que é possível emagrecer em qualquer idade

4
Geral

Confira as oportunidades da Casa do Trabalhador de Aquidauana

Informe Publicitário

Informe

Genipapo Hotel Fazenda traz um "arraiá" diferente à você!

Previsão do Tempo

min16 max32

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min16 max32

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,91m
Miranda
1,67m
Paraguai
0,84m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Pelos...

Rosildo Barcellos

Aruanã Etô – É o lugar das máscaras !

Gabriel Novis Neves

A GRATIDÃO TAMBÉM É VIRTUDE ETERNA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Supermercados

Supermercado União

Carlos F. Bandeira 12 Qdr. 15, conj. Ovídio Costa I - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3622
Farmácias e Drogarias

Drogão da Sete

Rua Sete de Setembro, 860 - Centro Aquidauana/MS 673241-6199 https://www.facebook.com/rededrogaoda7
Pesqueiros

Pousada Amarelinho

Acesso pelo Frigorífico, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2828/99186
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo