05 de agosto de 2021
Anuncie Aqui
5 minutos

Juntos até na hora da morte, casal se despede da vida com diferença de minutos um do outro

Essa história triste também é feliz, e promete lhe causar um calorzinho no coração

23 JUN 2021 - 09h15min
Raul Delvizio

Por 59 anos, Jayme Cacho e Fermina dos Santos formaram o par perfeito. Nascidos em Jardim, distante 143 quilômetros de Aquidauana, lá se conheceram e o resto virou história. Bastou selarem os votos com aliança "sagrada" para nunca mais largarem a mão um do outro. E de tão juntos formaram família, tendo 5 filhas, 14 netos e ainda 19 bisnetinhos ao longo dos anos – somatória feita na matemática do amor. Simplesmente, viveram o que "era para ser".

Padaria Dois Irmãos_02_ 02 a 08/08

E por ser o que é – ou no caso o que um dia foi –, dividiram amor, respeito e um tamanho companheirismo até na hora da morte: com apenas 5 minutos de diferença, os dois se despediram da vida em sequência, deixando o legado conjunto na memória e um exemplo de que até na hora de dizer adeus é possível fazer bonito.

"A despedida obrigatória é dilacerante, mas o que me conforta é saber que eles seguiram em união para o plano celestial. Esses dois só nos deixaram coisas boas: ficou o amor, os ensinamentos, as histórias que enchem livros e lembranças felizes que aquecem o coração. Quase como um presente de Deus, sou grata pela oportunidade de ter acompanhado meus pais nesses anos todos que os tive por perto. Agora, Deus os chamou de volta", escreveu a filha Rosely Cacho nas redes sociais.

Robert ao lado dos avós; para o neto, "encontro de almas" foi muito além da vida, seguindo agora para a eternidade.

O falecimento do casal aconteceu na última sexta-feira, dia 18. Com problemas pulmonares, seu Jayme era um paciente em quadro evolutivo quando, dois dias antes, teve piora considerável. Naquela época, dona Firmina apresentou sintomas de covid-19 e foi logo medicada. Porém, no mesmo dia que o esposo piorou, ela também teve um mal estar. Após receberem atendimento médico em casa, ambos foram levados de ambulância ao hospital e tiveram internação.

Jayme deu entrada com muita falta de ar, saturação baixa e recebeu suporte imediato de oxigênio. Fermina também teve atendimento no pronto socorro, porém foi transferida para o Hospital Funrural de Aquidauana por apresentar um "quadro melhor". Mesmo longe do maridão, a esposa permanecia lúcida e se alimentando. Diferente dela, seu velho companheiro tinha uma piora crescente.

Segundo relato das filhas, dona Fermina passava bem naquela sexta-feira fatídica. Conversou sobre diversos assuntos, lembrou o passado, jantou à noite, assistiu a novelinha certa hora, disse à filha presente que estava com sono e iria se virar para dormir. Nesse instante, pediu outro cobertor pois estava com frio. Foi aí que veio a convulsão, um agravo repentino que culminou na sua intubação e nova transferência – de volta aos "braços" de Jayme.

Mesmo isso sendo feito e com todo o amparo da equipe médica, o casal de velhinhos já estava em quadro irreversível. No momento em que Fermina piorou, Jayme também. Praticamente esperando a esposa chegar para morrer, ele veio a óbito naquela noite e – questão de 5 minutos depois – "sua velha" também o acompanhou após ter duas paradas cardiorrespiratórias.

Aos 82 anos, entrelaçaram as mãos pela última vez e partiram da vida em paz.

Esperando a esposa chegar no hospital para "se despedir", Jayme foi embora da vida às 23h30; já Fermina, às 23h35.

Aniversário – Nesta quarta-feira (23), a família agendou a missa de sétimo dia do casal na Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, às 19h. O motivo é nobre: seria o dia em que seu Jayme completaria mais 1 ano de vida.

"Após 59 anos juntos, família constituída, linda história de amor, um forte elo entre os dois, que de tão forte foi parar além da vida, marcamos a missa de sétimo dia. Assim, no dia do aniversário do meu pai, podemos acompanhar do lado de cá a jornada dos dois para a eternidade", disse a filha.

Para encerrar, Robert Cacho de Barros, filho de Rosely e neto do casal de dois amores, também escreveu um texto em seu perfil no Instagram sobre esse "encontro de almas". Segue abaixo:

"Dona Fermina e seu Jayme – para os sortudos como eu –, vó e vô. Não sei no que vocês acreditam ou se é que acreditam em alguma coisa, mas acho que uma crença comum a todo mundo é o amor. Precisamos acreditar nele. E aí que entra esses dois na história. Fui por 10 anos o neto caçula da filha, então tive certos privilégios. Pude conhecer desde muito cedo o amor que eles transmitiam: minha avó com todo seu conhecimento natural – nada acadêmico mas de vida – me ensinou a ler aos 5 anos com suas singelas cartilhas. Logo meu avô com sua habilidade em números, e veio dele o aprendizado da tabuada e muito possivelmente meu talento para exatas. Os dois vieram ao mundo com a missão de compartilhar amor, honestidade, importância da família e mil coisas mais. Aliás, não só ensinaram mas como viviam aquilo. A única coisa que se esqueceram de ensinar foi como lidar com a falta dos dois. Ao se despedirem fizeram isso juntos, pois nem ao menos ficaram alguns minutos um sem o outro. Como eu havia dito, esse texto é sobre encontro de almas. A deles foi passar 59 anos casados em vida, e agora eternamente em morte. A dor é grande, mas sei que estão a olhar pela gente como sempre fizeram. Inclusive, papai do céu limpe tudo aí, vai chegar o rei e a rainha precisando dormir".

 

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Acidente entre carro e moto deixa mulher ferida em Anastácio

2
Entretenimento

Motoqueiros fazem graça no trânsito e se dão mal; veja o vídeo

3
Aquidauana

Ao se valorizar, Néia prova que é possível emagrecer em qualquer idade

4
Geral

Confira as oportunidades da Casa do Trabalhador de Aquidauana

Informe Publicitário

Informe

Genipapo Hotel Fazenda traz um "arraiá" diferente à você!

Previsão do Tempo

min16 max32

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min16 max32

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,91m
Miranda
1,67m
Paraguai
0,84m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Pelos...

Rosildo Barcellos

Aruanã Etô – É o lugar das máscaras !

Gabriel Novis Neves

A GRATIDÃO TAMBÉM É VIRTUDE ETERNA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Hotéis

Hotel Escobar

Rua Marechal Mallet, 1850 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2078
Locadora de Veiculos

Pellicione Motors

Rua Marechal Mallet, 366 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 1217
Telefones Úteis

IBGE

Rua Nelson Felicio dos Santos, 205 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3408
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo