X
Representatividade

Miss Trans Aquidauana ganha faixa de 2º lugar em concurso Plus da Capital

Neste sábado, acontece a 19º Parada da Cidadania LGBTQIA+

Samantha Terena ficou em segundo lugar no concurso Trans Plus / Reprodução/ Youtube Fetems

A 19º Parada da Cidadania LGBTQIA+ vai colorir Campo Gande neste sábado (23). E o início das comemorações aconteceram nessa sexta-feira (22) com concurso “Miss Trans Plus MS 2022”. A Miss Trans Plus Aquidauana, Samantha Terena, ficou em segundo lugar e levou a faixa de participação para a casa.

“Eu represento Aquidauana e a beleza da mulher indígena, as plus e agradeço a todo o meu povo e a minha comunidade”, disse Samantha Terena. Ela teve 786 pontos.

O evento ocorreu na sede da Fetems e de Anastácio, Sabrina Mel participou do concurso, e ficou em terceiro lugar com 73 pontos.

A grande vencedora foi a Miss Trans Plus de Campo Grande, Nicolly Souza que ficou com 811 pontos.

19º Parada da Cidadania

Hoje os preparativos são entorno da Parada da Cidadania que ocorre após dois anos de realização online. Este ano o evento traz a tradicional caminhada pelas ruas do centro da cidade e o show da diversidade, que acontece a partir das 18h na Praça do Rádio.

A parada é realizada pela ATMS (Associação das Travestis e Transexuais de Mato Grosso do Sul) em parceria com instituições LGBTQIA+ e órgãos públicos estaduais e municipais.

Colorindo as ruas

A concentração para a saída da caminhada será na Praça do Rádio a partir das 14h, com a saída prevista para 15h30, com trajeto que começa na Rua Barão do Rio Branco, passa pela Rua Padre João Crippa, Rua Dom Aquino, Calógeras e novamente Barão do Rio Branco para voltar para a Praça, onde haverá shows com mais de 50 artistas, praça de alimentação e serviços de saúde e cidadania.

Segundo a organização não há como ter uma expectativa de público nesse momento pós pandemia, mas se for quantificar como os anos anteriores, espera-se de 20 a 30 mil pessoas durante todo o evento.

Para a Cristiane Stefanny Vidal Venceslau, coordenadora Municipal de Políticas Públicas LGBT e Presidente de Honra na ATMS, a parada vai muito além de uma festa.

“A parada não é um carnaval ou uma festividade inócua apenas, mas um momento de soma, luta, reconhecimento, união e forças. Tudo na busca por mais garantias dos direitos constitucionais, e que nos são negados diuturnamente, desse modo, as pessoas, sejam LGBTQIA+ ou heterossexuais, que vão nestes eventos, vão para se somar em uma causa, e também se divertir comemorando as conquistas sem deixar de reivindicar direitos, todos são muito bem vindos”.


Serviço

Parada da Cidadania LGBTQIA+

Dia 23 de julho, a partir das 14h

Local: Concentração e Shows - Praça do Rádio

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Educação

Professores de instituições federais de ensino entram em greve

Comando de greve será instalado hoje às 14h30 na sede da Andes

Meio ambiente

Brasil precisa recuperar 25 milhões de hectares de vegetação nativa

Meta de 12 milhões deve ser cumprida até 2030

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo