X
Justiça Fiscal

Pesquisador avalia valores imobiliários praticados em Aquidauana e Anastácio

O objetivo da pesquisa é montar um banco de dados imobiliários para as cidades

Foto Reinaldo Lourenço

Você já se perguntou como se chega ao preço de um imóvel em Aquidauana e Anastácio? A resposta para essa pergunta é importante em diversas situações, mas principalmente quando se fala em justiça fiscal.

Pensando nisso, o professor Nelson Marisco, do Campus de Aquidauana da UFMS, está desenvolvendo um estudo intitulado “Valor da Terra para municípios menores de 50.000 habitantes. Estudo de caso: Aquidauana-MS e Anastácio-MS”. O profissional é da área de Geografia e iniciou seu projeto de pesquisa em outubro de 2018.

O objetivo da pesquisa é montar um banco de dados imobiliários para as cidades de Aquidauana e Anastácio, bem como elaborar uma Planta Genérica de Valores Imobiliários para ambas as cidades. Essa Planta é fundamental para o cálculo de tributos como ITBI, IPTU e Contribuição de Melhoria, e promove justiça e equidade social para a população.

Com essa perspectiva, o professor Nelson, em conjunto com o grupo de pesquisa Geovisualização e seus parceiros, tem trabalhado com diversas ferramentas que possibilitam a elaboração fidedigna da Planta Genérica de Valores Imobiliários. “Primeiramente fizemos um levantamento de imóveis em oferta nas duas cidades. Agora, estamos tratando os dados com a utilização de programas de computador de fontes abertas, tais como o QGIS, GeoDa e GeoDaSpace. Também utilizamos a Geoestatística e os Modelos Econométricos Espaciais”, explicou Nelson.

Segundo Nelson, a pesquisa é importante para a realidade local, principalmente pela intervenção na vida diária da população. “Além da importância de elaborar uma Planta Genérica de Valores Imobiliários, que vai permitir melhorar o processo de tributação municipal, também contribuímos para a melhoria da arrecadação de tributos, como o IPTU e o ITBI. Igualmente, buscamos uma melhor justiça fiscal, o que é importante para a população”, disse Nelson.

Assim como a população em geral está sendo beneficiada, os estudantes do curso de Geografia também adquirem conhecimentos fundamentais ao longo da pesquisa. “A pesquisa permite uma melhor formação aos acadêmicos envolvidos, verticalizando o conhecimento para a melhoria do processo ensino-aprendizado e aliando os conceitos teóricos e metodológicos com as atividades práticas profissionais. Os resultados estão sendo compartilhados através de artigos e apresentações em eventos científicos, contribuindo para o desenvolvimento de políticas públicas locais que possam melhorar o planejamento urbano e regional”, contou Nelson Marisco.

Um dos primeiros resultados da pesquisa já foi apresentado em um importante evento científico da área. O estudo “Aplicação de Modelos Econométricos no estudo do preço dos imóveis para as cidades de Aquidauana-MS e Anastácio-MS” foi apresentado no IX Simpósio da Sociedade Brasileira de Engenharias de Avaliações (Sobrea), realizado entre os dias 23 a 27 de novembro de 2020. A apresentação ficou sob responsabilidade dos professores Nelson Marisco (UFMS) e Norberto Hochheim (UFSC). Em breve, será disponibilizado o link para download do trabalho.

Além de Nelson Marisco, participam do projeto os professores Fernando Rodrigo Farias (UFMS/CPAQ) e André Luiz de Carvalho (UFMS/CPAQ), além dos acadêmicos Douglas Henrique Teixeira e Jean Carlos de Souza Santos.

Dúvidas sobre a pesquisa podem ser esclarecidas diretamente com o professor Nelson Marisco, enviando uma mensagem para o e-mail nelson.marisco@ceca.ufal.br.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Inmet

Tempo seco e máxima de 35ºC marcam início de semana em Aquidauana

Não há previsão de chuvas para hoje

Estado

Bataguassu recebe R$ 15 milhões do Governo de MS

Governo do Estado entregou importantes equipamentos e inicia a execução de diversos projetos na cidade

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo