X
Aquidauana

Teatro da Juventude do Rio de Janeiro traz espetáculo a Aquidauana

O espetáculo será apresentado no Anfiteatro do CPAQ ? UFMS, no dia 30 de março

o Teatro da Juventude do Rio de Janeiro leva às platéias de todas as regiões do país o espetáculo ?Os Três Porquinhos ou Confissões de um Menino Levado" / Divulgação

Em sua temporada nacional do ano de 2010, o Teatro da Juventude do Rio de Janeiro estará trazendo para Aquidauana neste mês de março o espetáculo intitulado “Os Três Porquinhos ou Confissões de um Menino Levado”.

A apresentação cultural está inserida no Programa Nacional de Formação de Platéias do Ministério da Cultura, que tem como objetivo incentivar às crianças o hábito de freqüentar o teatro.

O espetáculo será apresentado no Anfiteatro do CPAQ – UFMS, no dia 30 de março, terça-feira, às 18h15. Lá, a platéia encontrará o ator Marcelo Dusi em mais um trabalho dessa vitoriosa companhia que todos os anos percorre o Brasil, levando momentos de lirismo para a criançada. A direção, ambientação e figurinos são assinados pelo dramaturgo Luiz Arthur, diretor da companhia carioca.

Fantasia
A figura de um doce e divertido vovô Manduca, leva a uma viagem encantada. Uma alegre visita aos “Três Porquinhos”, história que tem como grande “vilão” o Lobo Mau, e que proporciona aos pequenos espectadores um encontro com o “Medo”, sob uma ótica bem engraçada, a qual possibilita a evidência de que a “Força” não está nos músculos e sim na inteligência; pois é com a sabedoria que se resolve todas as situações da vida, esse é o foco desse trabalho.

Dentro dessa idéia , o Teatro da Juventude do Rio de Janeiro leva às platéias de todas as regiões do país o espetáculo “Os Três Porquinhos ou Confissões de um Menino Levado”; onde se estabelece uma analogia do “Menino Inácio” com o “Lobo Mau”, criando uma imediata identificação com o público. Da mesma forma que o Lobo provoca uma série de embaraços para os “Três Porquinhos”, Inácio também persegue seus colegas, e os faz passar por grandes apertos.

O “Menino Levado” se inspira no vilão da história, e se lança num processo de “atormentação” em cima de seus colegas; levando seu desfecho a uma conclusão satisfatória, pois assim como o Lobo não se dá bem com suas maldades, o menino também não consegue atingir seus objetivos.

Enfim, o espetáculo é uma reflexão sobre o “Bullying”, um problema que sempre existiu, mas que ganhou uma dimensão exagerada nos dias de hoje, ao aproveitarmos uma história conhecida procuramos lançar luz sobre o problema.

Aí entra a Arte, que, como sempre, catalisa os anseios da sociedade e encontra saída para todas as crises, e mesmo dentro de um espetáculo dirigido ao público infantil, podemos encontrar perguntas e respostas do nosso cotidiano, tanto para os pequenos, quanto para os adultos que os acompanham, pois isto é a magia do Teatro.

Quer conhecer mais o trabalho? Visite o site do grupo: www.teatrodajuventuderj.blogger.com.br

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cidades

Jovem é socorrido após ser mordido por queixada no Pantanal

Corpo de Bombeiros realizou resgate aéreo da vítima

Serviço

Servidores de Aquidauana participam de treinamento sobre 'Lei das Licitações'

Lei estabelece normas gerais de licitação e contratação para as administrações públicas

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo