X

Tiago, Evelin e César Murilo são os responsáveis pela Da Roça. / Reinaldo Lourenço

Três aquidauanenses, egressos da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), estão empreendendo de forma sustentável, saudável e acessível a todos, criando a primeira fazenda urbana do município, a “Da Roça”. Evelin Casanova é engenheira florestal, responsável pelo trabalho de restauração de áreas degradas, Tiago Calves é doutor em agronomia e César Murilo em Entomologia (estudos dos insetos), idealizaram o projeto após experiências acadêmicas na Europa.



O Pantaneiro foi conhecer o espaço, que prioriza a produção de hortaliças orgânicas, aproveitando o solo e recursos naturais da maneira menos agressiva possível, preservando o meio ambiente e os alimentos de produtos químicos ou degradação. Eles também incluem a população na preservação local.

“Tivemos a oportunidade de fazer doutorado fora do estado, eu na Itália e o Murilo na Inglaterra. Nesse período tivemos contato com a produção sustentável de alimentos, que priorizam não agredir o meio ambiente. Então pensamos em trazer essa produção para Aquidauana”, destaca o Dr. Tiago.



Dentre as medidas orgânicas de produção está o uso da lona branca Mulching, que reduz em cerca de 70% o uso de água, pois mantêm a água ali irrigada por mais tempo no sistema. Além de utilizar cinzas, caldos de pimenta, esterco do gado da região e outras maneiras naturais de combater as pragas.

“Existe um público em Aquidauana que se preocupa com a alimentação mais orgânica, mas que não eram atendidos e com a chegada Da Roça estão sendo. Estamos tentando viabilizar os produtos para que todos possam consumir. Sabemos que o orgânico é mais caro, mas estamos tentando deixar o mais acessível possível”, explica o Dr. César.



Eles trabalham com delivery dos produtos, que são entregues nas residências em papel kraft, com a logo carimbada, nada de sacolas plásticas! Tudo para reduzir a poluição. Eles também estão trabalhando nas áreas degradadas existentes na cidade, como às margens do Guanandi, realizando a plantação de 88 mudas de plantas nativas do Cerrado e Pantanal.



“Quem tiver mudas em casa sobrando no quintal, pode estar trazendo para a Da Roça que nós fazemos a replantação delas no meio ambiente. Todos podem estar colaborando com a recuperação da natureza local”, defende Evelin.



Da Roça

Esse nome veio de uma experiência curiosa do Dr. César no interior de Minas Gerais e acabou pegando por aqui. “Lá em Minas, quando você vai tomar um cafezinho, um leite ou queijo e as pessoas querem te deixar mais seguro, elas falam que ‘pode comer tranquilo, é da roça’. Então, tudo que é bom vem da roça, por isso escolhemos esse nome”, compartilha.

Quer conhecer esse espaço? A fazenda urbana Da Roça está localizada na Vila Icaraí em Aquidauana, a alguns minutinhos do campus do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul). Você também pode estar fazendo seu pedido de delivery pelo (67) 99914-9230 ou seguir no Instagram @daroca.farm.

Matéria com colaboração de Samara Oliveira.*




Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Meio Ambiente

Decreto de emergência em MS garante celeridade na resposta aos incêndios florestais

Pantanal vive nova tragédia ambiental

Geral

Cartórios podem renegociar dívidas enviadas a protesto

Em São Paulo, regra deve beneficiar 4 milhões de pessoas

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo