11 de abril de 2021
Anuncie Aqui
-->
Inclusão

Apesar da inclusão, população preta e parda não se vê representada

Estudantes pretos ou pardos são maioria nas universidades federais

20 NOV 2019 - 10h21min
Agência Brasil

O Brasil atingiu um indicador inédito em 2019: pela primeira vez, pessoas que se identificam como pretas ou pardas superaram os autodeclarados brancos nas universidades federais. De acordo com a pesquisa Desigualdades Sociais por Cor ou Raça Brasil, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os pretos ou pardos somam 50,3% dos alunos regularmente matriculados no ensino superior público.

Os dados, porém, não refletem necessariamente a percepção dos negros em relação ao acesso ao espaço universitário. “Eu acho que a semana da Consciência Negra está aí exatamente para provar que esses dados não são verdadeiros. Eu, pessoalmente, não acredito em notícias assim. É pura desinformação”, afirma Filipe Davi Cardoso dos Santos, estudante de filosofia da Universidade de Brasília (UnB).

A pesquisa mostra que talvez haja razões para que algumas pessoas, assim como Filipe, não percebam o avanço na questão. Apesar do número de estudantes dessa parcela populacional ter aumentado, o abandono dos cursos ainda é alto. De acordo com os dados, 28,8% desses alunos não chegarão a graduação.

Homicídios

O estudo mostra, ainda, que as dificuldades da população preta ou parda vão além do acesso ao estudo superior. A taxa de homicídios nesse grupo, na faixa etária de 15 a 29 anos, é de 98,5 por 100 mil habitantes. Pessoas da mesma faixa etária que se identificam como brancas contabilizaram 34 homicídios por 100 mil. “Somos uma população constantemente ameaçada. Sofremos com a violência urbana e a violência doméstica. O nosso sangue ajudou a fundar esse país. E ainda assim as pessoas pretas não tem políticas públicas necessárias para nos tirar da margem da sociedade”, afirma a estudante de Ciências Sociais Ramara Catarine da Silva.

Representatividade

A população preta ou parda  - cerca de 55,8% dos brasileiros - não conta com uma representatividade correspondente nas esperas públicas. Na esfera federal, 24,4% dos deputados eleitos se declararam pretos ou pardos. O cenário se repete nos estados: 28,9% dos representantes públicos pertencem ao grupo demográfico majoritário. "Esses indicadores de representação são importantes para monitorar como esses grupos minoritários se inserem em espaço de tomada de decisão", explicou a analista de População e Indicadores Sociais do IBGE, Luanda Botelho.

Semana da Consciência Negra

A Agência Brasil coletou depoimentos de estudantes sobre a percepção geral sobre o ensino superior no Brasil e sobre a Semana da Consciência Negra. Assista abaixo:

 

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Família pede ajuda para custear o tratamento de aquidauanense internada em estado grave

2
Geral

Motorista capota veículo próximo a rotatória de Dois Irmãos

3
Geral

Caixa com lápis de madeira carbonizada no Pantanal é vendida a R$742.997,00

4
Policial

PM prende homem suspeito de furtar duas motos em loja de Aquidauana

Vídeos

Vídeo: Casal furta televisões de loja no centro da capital, em plena luz do dia

Apoiadores de Bolsonaro saem às ruas pedindo não ao Lockdown e sim à Intervenção Militar

Estreia Curta Metragem A Paixão de Cristo

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min22 max36

Aquidauana

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde. À noite o tempo fica aberto.
min22 max36

Anastácio

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde. À noite o tempo fica aberto.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,18m
Miranda
2,97m
Paraguai
1,82m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Não...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: EXÉQUIAS

Raquel Anderson

A gente vai morrer!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Médicos

Essi Manoel Legal - Clinico Geral

Rua 7 de Setembro, s/nº Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2558
Médicos

Irineu Barreto Vitório - Clinico Geral

Rua 7 de Setembro, 1193 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3665
Médicos

Jose Luiz Quelho - Ginecologista

Rua Pandiá Calógeras, 364 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3904
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo