05 de agosto de 2021
Anuncie Aqui
Brasil

Governo pedirá reconhecimento de calamidade pública no país

Medida precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional

18 MAR 2020 - 06h45min
Agência Brasil

O governo federal solicitará ao Congresso Nacional que aprove o reconhecimento de estado de calamidade pública no país, com efeito até 31 de dezembro deste ano. A medida, prevista no Artigo 65 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), dispensa a União do cumprimento da meta de resultado fiscal prevista para este ano, que é de déficit primário de R$ 124,1 bilhões. O estado de calamidade pública também suspende obrigações de redução de despesa com pessoal quando este gasto ultrapassa os limites previstos na própria lei. 

Campanha Supermercado Atlântico_Sexta 02

A medida foi tomada em virtude da pandemia de Covid-19, aliada a questões econômicas como a  perspectiva de queda de arrecadação.

"O governo federal reafirma seu compromisso com as reformas estruturais necessárias para a transformação do Estado brasileiro, para manutenção do teto de gastos como âncora de um regime fiscal que assegure a confiança e os investimentos para recuperação de nossa dinâmica de crescimento sustentável", informou a Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República, em nota oficial.

Confira a íntegra da nota oficial da Presidência da República que pede o reconhecimento de estado de calamidade pública

NOTA

Em virtude do monitoramento permanente da pandemia Covid-19, da necessidade de elevação dos gastos públicos para proteger a saúde e os empregos dos brasileiros e da perspectiva de queda de arrecadação, o Governo Federal solicitará ao Congresso Nacional o reconhecimento de Estado de Calamidade Pública. A medida terá efeito até 31 de dezembro de 2020. 

O reconhecimento do estado de calamidade pública tem suporte no disposto no Art. 65 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o qual dispensa a União do atingimento da meta de resultado fiscal prevista na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e, em consequência, da limitação de empenho prevista na LRF.

O Governo Federal reafirma seu compromisso com as reformas estruturais necessárias para a transformação do Estado brasileiro, para manutenção do teto de gastos como âncora de um regime fiscal que assegure a confiança e os investimentos para recuperação de nossa dinâmica de crescimento sustentável.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Acidente entre carro e moto deixa mulher ferida em Anastácio

2
Entretenimento

Motoqueiros fazem graça no trânsito e se dão mal; veja o vídeo

3
Aquidauana

Ao se valorizar, Néia prova que é possível emagrecer em qualquer idade

4
Geral

Confira as oportunidades da Casa do Trabalhador de Aquidauana

Informe Publicitário

Informe

Genipapo Hotel Fazenda traz um "arraiá" diferente à você!

Previsão do Tempo

min16 max32

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min16 max32

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,91m
Miranda
1,67m
Paraguai
0,84m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Pelos...

Rosildo Barcellos

Aruanã Etô – É o lugar das máscaras !

Gabriel Novis Neves

A GRATIDÃO TAMBÉM É VIRTUDE ETERNA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Auto Posto

POSTO JC

Estevão Alves Correa, 901 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3426
Escolas Municipais

Escola Municipal Indígena Pólo Lutuma Dias

Aldeia Limão Verde, Aldeia Limão Verde - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Prestação de Serviços

AMR Fogões, Refrigeração e Equipamentos Industriais

Estevão Alves Corrêa, 1117 Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-6674 www.amrfogoesrefrigeracao.com.br
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo