23 de outubro de 2021
Anuncie Aqui
Fiocruz

Mortes e casos de covid mantêm tendência de queda

17 SET 2021 - 20h00min
TERRA

A Fiocruz constatou que o número de casos e de mortes por Covid-19 no Brasil sofreu a maior queda desde o início de 2021. O recuo foi de 3,8% ao dia na última Semana Epidemiológica entre 5 a 11 de setembro. O País registra agora doze semanas consecutivas de redução nos óbitos.

Os dados constam da nova edição do Boletim do Observatório Covid-19 da instituição, divulgado nesta sexta-feira, 17. A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid para adultos está no melhor cenário desde que começou o monitoramento desse indicador. Apenas uma capital tem taxa superior a 80% - é o Rio (82%). Duas estão na zona de alerta intermediária: Boa Vista (76%) e Curitiba (64%).

O relatório também mostra tendência de recuo no total de casos de Covid-19. Houve em média 15,9 mil infecções e 460 óbitos diários de 5 a 11 de setembro, com oscilações ao longo das últimas doze Semanas Epidemiológicas. Esses níveis ainda são apontados como altos.

"Este novo quadro epidemiológico indica a efetividade da campanha de vacinação, que já vem cumprindo um dos seus objetivos: a redução dos casos mais graves de Covid-19, que necessitem internação ou que gerem óbitos", afirma o texto. "No entanto, diversos casos, mais leves ou assintomáticos, podem estar ocorrendo sem a necessária notificação e investigação epidemiológicas."

Síndromes associadas à Covid continuam em níveis muito altos

Delivery Amorim_11

A análise das Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG) – quadro que cresce junto com a Covid – feita pelo InfoGripe/Fiocruz indica tendência de melhora no País. Mas o relatório chama atenção para a avaliação de média móvel das últimas semanas. Ela mostra que Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Goiás e o Distrito Federal ainda apresentam taxas acima de cinco casos por 100 mil habitantes. O número é considerado muito alto.

O Boletim afirma ainda que redução dos casos e óbitos parece ser sustentada. Ressalta, porém, que com a disseminação mais homogênea da vacinação, os casos graves e fatais tendem a crescer entre os idosos.

Segundo o relatório, desde que começou a vacinação entre adultos jovens, esta é a primeira vez em que as medianas de três indicadores relevantes - idade dos pacientes em internações gerais, internações em UTI e óbitos - ficou acima dos 60 anos. Mediana é um número que divide uma série de valores em duas metades iguais.

"Isto significa que mais da metade de casos graves e fatais ocorrem entre idosos", diz o texto. "A proporção de casos internados entre idosos, que já esteve em 27% na SE 23 (6 a 12 de junho), hoje se encontra em 54,4%. Para os óbitos, que encontrou na mesma semana 23 a menor contribuição de idosos (44,6%), hoje está em 74,2%".

 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Atenção: fim de semana pode vir acompanhada de tempestades

2
Anastácio

Anastaciana internada na Capital precisa de doações de sangue

3
Policial

Gerente do bando que invadiu aeroclube é preso na Bolívia

4
Policial

Preso em flagrante, homem agarra à força mulher no Centro

Informe Publicitário

Informe

Comtel é a única empresa de MS em evento internacional

Previsão do Tempo

min22 max35

Aquidauana

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
min22 max35

Anastácio

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,99m
Miranda
2,01m
Paraguai
0,19m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Reafirmo...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

EIS QUE CHEGOU...

Gabriel Novis Neves

MANIA NOVA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Confecções

Rocha Forte

Rua Duque de Caxias, 791 Centro - 79200000 Aquidauana/MS (67) 3241-4801
Telefones Úteis

Delegacia da Mulher

Luis da Costa Gomes, 555 Cidade Nova - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-1172
Locadora de Veiculos

JJ Locadora de Veículos e Motos

Rua Coronel Ponce, 1568 Centro - 79210-000 Anastácio/MS (67) 9246-7744
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo