24 de setembro de 2020
Anuncie Aqui
-->
Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: EU, PANTANEIRO E O PANTANEIRO

Giovani José da Silva
6 MAI 2020 - 10h03min

         Fui informado de que O Pantaneiro completou 55 anos no último dia 05 de maio e convidado para escrever sobre minha história com o jornal! Embora tenha iniciado a coluna Histórias de admirar em 2013, minhas (poucas) publicações no periódico antecedem em muito a essa data. Era um jovem de apenas 18 anos quando desembarquei em Aquidauana, o “portal do Pantanal”, no início de 1991 para cursar a Licenciatura em História no campus da UFMS na cidade, então chamado de CEUA (Centro Universitário de Aquidauana), hoje CPAQ. Rhobson Tavares Lima, atual diretor do site era, então, uma criança e foi meu aluno no ano seguinte no antigo Centro de Educação Rural de Aquidauana, o famoso CERA. Ao ser acolhido pelo casal de professores Arnaldo e Vilma Begossi, conheci o pessoal do jornal e escrevi alguns textos, um deles sobre os 101 anos de Aquidauana, em 1993. Além desse, redigi alguns outros (O presente, por exemplo, reeditado na coluna Histórias de admirar) e acompanhava com entusiasmo os textos do professor Arnaldo (ele dizia que apenas eu e mais quatro ou cinco pessoas na cidade liam seus intrincados artigos...), inclusive um que ele escreveu sobre minha trajetória (como esquecer de “Um pau rodado”?). Aqueles anos (1991-1995) foram muito difíceis, mas, também, extraordinários para mim! Vivíamos um tempo em que não havia acesso à Internet e os veículos de comunicação mais usados eram a Televisão, o Rádio e a Imprensa. O Pantaneiro nos trazia notícias da região e nos colocava a par do (nem sempre tão) pacato cotidiano aquidauanense. No final de 2013, também por intermédio do professor Arnaldo (que nos deixou em 2017), fui convidado por Rhobson a fazer parte do time de colunistas. De lá para cá já foram mais de 150 textos publicados em minha coluna Histórias de admirar e eu tenho um enorme orgulho de escrever regularmente para O Pantaneiro há pouco mais de seis anos! Desejo vida longa a esse periódico e reafirmo que, embora tenha nascido em São Paulo, capital, sinto-me um pantaneiro de coração. Da formatura ocorrida no início de 1995, passando por especialização, mestrado, doutorado e pós-doutorado, foi em Aquidauana onde dei meus primeiros passos na carreira profissional. Tornei-me mais que um professor de História/ historiador/ antropólogo: sou hoje um contador de histórias, um encantador de palavras e de gentes e, graças a O Pantaneiro, faço chegar a muitos minhas ideias, especialmente sobre Educação. Em um país onde as pessoas leem tão pouco, ainda, precisamos de mais veículos de comunicação como esse. Parabéns pelo 55 anos de vida, parabéns por fazer parte da vida deste pantaneiro! Parabéns, O Pantaneiro!        

 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Morre aquidauanense que cortou pescoço em cerca de arame

2
Aquidauana

Nossa gente: é com a pesca que "Neguinha de Camisão" sustenta sua família

3
Anastácio

Confira quais são os candidatos a prefeito e vice em Anastácio

4
Geral

Seguem internadas vítimas de acidente entre moto e caminhão, em Aquidauana

Vídeos

Incêndio de grandes proporções consumiu atacadista, em Campo Grande

Em mais um acidente na MS-450, bombeiros resgatam vítima das ferragens

Onça-parda é flagrada 'passeando' por bairro e assusta moradores

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min22 max38

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min22 max38

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,99m
Miranda
1,83m
Paraguai
1,01m

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"UM DIA..."

Valdemir Gomes

A...

Flavia Rohdt

Aldravia 25 #PantanalemChamas

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Clubes

GRESSA

Quintino Bocaiúva, s/n Bairro Guanandy - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 4142
Pousadas

Pousada Baia das Pedras

, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3356 1500 / 998 www.baiadaspedras.com.br
Distribuidoras de Gás

Shekinah Gás

Rua 27 de julho esq. com João Pessoa, s/n - 79210-000 Anastácio/MS (67) 3245-0055
Ver Mais
Fale com a redação