15 de junho de 2021
Anuncie Aqui
-->
Mariana Thomé

Assédio moral: o que a empresa pode fazer para evitá-lo?

Mariana Thomé
22 MAR 2021 - 14h18min

Há alguns dias, Rafa Brites, ex-apresentadora da Rede Globo, comemorou, em suas redes sociais, a demissão de um diretor da emissora. O motivo? A prática de assédio moral contra ela e outros colegas de trabalho.

Expor a pessoa a situações humilhantes e constrangedoras, no ambiente de trabalho, de forma repetitiva e prolongada caracteriza a prática de assédio moral. Exigir metas inatingíveis, não passar nenhum tipo de serviço ao colaborador, gritar com a colaboradora, realizar brincadeiras ofensivas e constrangedoras; e estabelecer uma jornada de trabalho excessiva e exaustiva são exemplos de condutas que configuram a prática de assédio moral.

Apesar dessa modalidade de assédio não ser crime, ela é passível de indenização. Há casos em que  o Tribunal Superior do Trabalho (TST) condenou a empresa a pagar R$ 50 mil pela prática de assédio moral.

Por mais que a empresa alegue que é contra qualquer ato de humilhação ou constrangimento, ela responde pelos atos de seus colaboradores. Assim, se o gerente assedia moralmente um colega de trabalho, a empresa será responsabilizada.

A empresa deve proteger a si mesma, bem como os seus colaboradores, de eventuais condutas arbitrárias. Como ela pode evitar essas condutas? Tenha um programa de compliance! Ele dará maior sustentabilidade à companhia a fim de que ela crie uma base sólida de cultura e influencie, positivamente, a sua equipe.

Por meio do compliance, a empresa consegue disseminar os seus valores, sua visão e sua missão de forma que todos atuem em consonância com os objetivos da companhia e compartilhem os seus princípios. O compliance viabiliza o treinamento da equipe. Treinar os colaborares é fundamental para inibir a prática de assédio moral. O treinamento permite que todos tenham conhecimento sobre essa modalidade de assédio. Ele também permite que a empresa deixe claro que não tolera esse tipo de conduta – punindo quem a pratica.

O compliance possibilita que a empresa instaure o canal de denúncias, onde os colaboradores, gestores e terceiros poderão formalizar denúncias sobre a prática de assédio e outros atos arbitrários. Com isso a empresa poderá realizar uma investigação interna a fim de apurar os fatos denunciados e, caso haja provas concretas de que seu colaborador praticou assédio, ela poderá puni-lo (advertência, suspensão ou demissão por justa causa, se for o caso).

O programa também auxilia na redução do passivo trabalhista e na construção de um bom clima organizacional, o que impacta diretamente na produtividade de seus colaboradores. Como se pode observar, o programa é completo, robusto e permite que a empresa construa um ambiente íntegro e seguro. Compliance é a reposta para toda a empresa que deseja potencializar o seu crescimento e mitigar riscos grandiosos.

 

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Morre Clodoaldo Rodrigues Lino, vítima de Covid-19

2
Geral

Morre de Covid-19, o servidor da prefeitura, Nivaldo Gabriel Rosa, o Torrão 

3
Geral

Aposta de Mato Grosso do Sul acerta a quina e ganha R$ 130 mil

4
Saúde

Com 43 municípios em risco extremo, hoje começa a valer nova classificação do Prosseguir

Informe Publicitário

Informe

Selenita Semijoias tem o presente perfeito e sorteio de Dia dos Namorados

Previsão do Tempo

min18 max31

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min18 max31

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,05m
Miranda
1,88m
Paraguai
1,49m

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

AUTOESTIMA: FORTIFICÁ-LA!

Valdemir Gomes

Em...

Rosildo Barcellos

A Retomada de Corumbá

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Pesqueiros

Pousada do Serrano

Piraputanga, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 99911336
Pesqueiros

Pousada Recanto das Emas

Estrada da Barra Mansa, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-6180/9986-
Restaurantes

Restaurante Amarelinho

Praça das Nações, 138 - 79210-000 Anastácio/MS (67) 3245 1093
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo