25 de junho de 2022
Anuncie Aqui
Fauzi Suleiman

BR-419: A RODOVIA QUE NOS CONECTARÁ A UM NOVO FUTURO!

Fauzi Suleiman
25 SET 2017 - 08h24min
 
ENTENDA OS IMPACTOS QUE A BR-419 TERÁ SOBRE AQUIDAUANA E REGIÃO: PAVIMENTAÇÃO DE 223 km, ANEL VIÁRIO E NOVO ACESSO À AQUIDAUANA.
 
Notícias divulgadas por autoridades responsáveis informam que dentro de seis meses, aproximadamente, serão iniciadas as obras de pavimentação da BR-419, no trecho entre os municípios de Aquidauana-Rio Negro-Rio Verde.
 
Como cidadão que ama essa cidade e, principalmente, pela honra que me foi dada de servi-la como prefeito, desenvolvi uma visão sobre alguns dos projetos estratégicos necessários para fazê-la avançar e dar início a um novo ciclo de progresso.
 
Nessa visão, que creio ser compartilhada pela maioria dos que pensam o futuro de Aquidauana, entendo como necessária a luta permanente da liderança política, social e econômica do município, pela concretização de algumas ações no campo de nossa infra-estrutura, já que investimentos nessa área são requisitos para o desenvolvimento. Entre essas ações, certamente, destacam-se como prioritárias as seguintes:
 
1. BR-419: Pavimentação da rodovia – do Anel Viário com 22 km – Nova Ponte e Novo Acesso à Aquidauana;
2. Revitalização do Parque Natural Municipal da Lagoa Comprida
3. Programa massivo de pavimentação e de recuperação de pavimentação na área urbana e distritos;
4. Grande Programa Habitacional;
5. Revitalização do Centro Histórico de Aquidauana, envolvendo o entorno da Igreja Matriz e Centro Comercial com padronização de calçadas, acessibilidade, novo projeto de iluminação e modernização de sinalização.
 
Não por acaso, percebe-se que dentro da hierarquia das ações estratégicas para o desenvolvimento de Aquidauana, a pavimentação da BR-419 ocupa o topo das prioridades.
 
Aquidauana e região se transformarão a partir de sua implantação. 
 
Trata-se de uma obra sonhada por toda a região, há muitos e muitos anos. Geração após geração de aquidauanenses (aqui nascidos ou não) trabalhou, sonhou e imaginou o momento que esse dia chegaria. 
 
O mais emblemático e aguerrido defensor dessa bandeira, talvez, tenha sido o combativo advogado, piloto e líder político Clealdon Alves de Assis.
 
O músico, escritor e acadêmico de Turismo, Rangel Castilho, no trabalho de conclusão de curso que está desenvolvendo, aborda o desenvolvimento de Aquidauana a partir do conceito de eixos. 
 
Segundo essa concepção, com a fundação de Aquidauana em 1892 se inicia o primeiro eixo: o Eixo Fluvial. Fluvial porque a relação com o rio é definidora da vida da cidade então. Em 1912, temos a chegada da ferrovia e, com ela, inicia-se o Eixo Ferroviário fazendo a cidade orbitá-lo até os tempos atuais. Rangel defende que com a pavimentação da BR-419 um novo eixo se estabelecerá, tendo a rodovia como seu epicentro. Concordo com essa análise.
 
É por essa razão que a luta pela implantação dessa rodovia nunca cessou.  Essa obra é única e tem um potencial transformador para Aquidauana e toda nossa região. Novas dinâmicas econômicas, sociais e políticas serão ativadas. Trata-se de um projeto estruturante que criará condições locais e regionais para nosso desenvolvimento.
 
Entre os impactos que nos afetarão regionalmente é possível relacionar: 1-a inclusão de nossa região numa rota que liga as pontas de produção e consumo mundiais; 2-a inclusão de Aquidauana e região num dos principais eixos da rota bioceânica, rota que representará uma alternativa aos produtores nacionais para o escoamento de sua produção de carne e grãos pelos portos de Santos/Paranaguá, pois ela encurtará a ligação com a Ásia (principal mercado consumidor de nossa produção) em 7 mil km, em 10 dias e reduzirá em 50% o custo de frete; 3-a abertura de uma janela que possibilitará a viabilização definitiva dos portos de Murtinho e Corumbá; 4-e ainda, não menos importante, a aproximação de municípios que tem na matriz pantaneira a base de suas identidades culturais, mas que hoje estão distantes por uma questão de logística.
 
Em relação à realidade local teremos como possíveis ações que nos impactarão: 1-a valorização de imóveis rurais e urbanos; 2-o acesso facilitado à região pantaneira e a conseqüente integração/dinamização das atividades econômicas, sociais e culturais nessa região pelo aperfeiçoamento da logística que será muito melhorada; 3-o novo acesso à Aquidauana, que representará o fim do isolamento a que ficamos submetidos em razão de enchentes periódicas; 4-o estabelecimento de uma nova dinâmica de crescimento tendo como eixo o novo acesso e o anel viário de 22 km que margeará Aquidauana ligando a BR-419 à BR-262, e que permitirão a viabilização do distrito industrial, de um novo setor de serviços baseados em empreendimentos turísticos e de lazer para a população através da apropriação do Rio Aquidauana por nossa população e turistas.
 
No entanto, chamo a atenção para alguns pontos importantes desse projeto para nossa cidade que ainda não foram informados publicamente e precisam ser acompanhados bem de perto, especialmente, por nossos agentes políticos nesse momento de decisões finais e início das obras.
 
O primeiro deles é a nova ponte que será construída sobre o rio Aquidauana. Ponte para nós é mais do que apenas um elemento de ligação entre duas margens: é também um signo emblemático de nossa história e cultura. A nova ponte precisa incorporar isso e ir além: como porta de entrada para o mais belo dos pantanais, como elo físico e espiritual de ligação entre o planalto e a planície pantaneira, ela precisa ser um elemento potencializador do turismo e seguir como fortalecedor de nossa história e cultura.
 
Em audiência regional que convocamos em 25 de novembro de 2011, como prefeito de Aquidauana, com a presença de autoridades estaduais e colegas prefeitos das cidades envolvidas e em que foi apresentado o projeto executivo da pavimentação da BR-419 sugerimos que fosse construída uma verdadeira obra de arte; uma ponte estaiada, talvez. Qualquer que seja o projeto é essencial que tenhamos uma bela ponte!
 
Outro ponto muito importante para nosso desenvolvimento é a conexão da área urbana à rodovia, através do anel, por pelo menos três alças: a primeira ligando aos bairros Nova Aquidauana/Cidade Nova; a segunda conectando a siderúrgica e a região do Morrinho e a terceira fazendo uma ligação com o Instituto Federal.
 
Pensadores do desenvolvimento definem como Barreira Alfa aquele ponto que precede às grandes transformações. Mesmo que não pareça, Aquidauana, Anastácio e região estão vivendo esse momento.
 
E não podemos deixar de agradecer aos que foram os grandes semeadores para que pudéssemos começar a viver a expectativa desse momento: o ex- Governador André Puccinelli, que deu o pontapé inicial ao bancar com recursos estaduais a elaboração do projeto executivo e fazer gestões intensas sobre a presidente Dilma; ao Senador Moka; ao ex-senador Delcídio; ao ex-deputado federal Giroto, e a toda a bancada federal que nunca deixaram de incluir recursos para essa obra no orçamento da União e ao atual Governador Reinaldo que continuou a lutar por sua concretização entendendo a importância dessa que é uma das últimas grandes rodovias de MS que faltam ser pavimentadas. Os semeadores precisam ser sempre reverenciados. Não para engrandecê-los, mas para engrandecer o gesto de plantar. Todos gostam de colher, muito poucos gostam de plantar. Mas se não houver plantio, não haverá colheita. 
 
Bem-vindo futuro!
 

Veja também

Mais Lidas

1
Empregos

De servente à assistente financeiro, Casa do Trabalhador oferece vagas de emprego

2
Política

Reinaldo autoriza convocação de novos funcionários públicos em MS

3
Entretenimento

Após acidente com cavalo, Zé Lucas de Pantanal, é afastado das gravações

4
Anastácio

Estagiários de Anastácio estão sem receber salários há dois meses

Informe Publicitário

Informe Publicitário

Atlântico Supermercados presenteia clientes com sorteio de Fusca e muitas ofertas

Previsão do Tempo

min max

min max

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,00m
Miranda
2,06m
Paraguai
2,46m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Mais...

Raquel Anderson

Poema de Despedida

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"6º ENCONTRO DAS RELÍQUIAS"

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Escolas Municipais

Escola Municipal Ada Moreira Barros

End: Rua João Ferreira Hormondes, s/n Distrito de Cipolândia - 79208-000 Aquidauana/MS (67)
Pesqueiros

Pousada Amarelinho

Acesso pelo Frigorífico, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2828/99186
Restaurantes

O CASARÃO

Manoel Antonio de Barros, 535 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2219
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo