21 de junho de 2021
Anuncie Aqui
-->
Mariana Thomé

Corrupção: o mal que deve ser inibido e que impede o crescimento de uma nação

Mariana Thomé
18 JAN 2021 - 08h28min

Corrupção, corruption, la corruption, corruzione, corrupción, não importa a língua, o significado é o mesmo: subornar ou corromper alguém a fim de receber vantagem indevida.

Corrupção é crime (arts. 317 e 333 do Código Penal) e, embora as pessoas tenham conhecimento desse fato, por que ela ainda se faz presente no nosso cotidiano? Para alguns, mesmo que haja lei que a criminalize, ainda vale o risco de praticá-la, afinal, não é todo mundo que é pego nos esquemas, não é mesmo?

A resposta a essa pergunta poderia ser eternizada com um enfático ‘sim’ ao longo dos próximos anos, no entanto, estamos caminhando para uma mudança de paradigmas. Em 2013 foi aprovada a lei anticorrupção – Lei nº 12.846. Um diploma inovador, que discrimina sobre a responsabilização das pessoas jurídicas pela prática de atos contra a administração pública. A lei é regulamentada pelo Decreto nº 8.420 de 2015 e ambos implementam um sistema de proteção nunca visto no país.

Com penalidades que vão desde a obrigação de reparar o dano integralmente até uma multa que pode chegar a R$ 60 milhões de reais (ela nunca deverá ser inferior à vantagem auferida) a lei estabelece parâmetros norteadores que visam inibir a prática da corrupção pelas pessoas jurídicas. E as pessoas físicas? Elas já respondem no nosso ordenamento por meio de ações penais e dos crimes previstos no Código Penal.

Não bastasse as penalidades acima descritas, a empresa condenada poderá ter suas atividades suspensas ou interditadas de forma parcial. Ela também será incluída nas listas do Cadastro Nacional de Empresas Punidas – CNEP e do Cadastro Nacional de Empresas Inidôneas e Suspensas – CEIS. Atualmente há 25.325 sanções vigentes sendo que 20.020 pessoas físicas e jurídicas foram punidas.1  A sanção mais recente foi aplicada no dia 12 de janeiro a uma empresa do ramo de construção do Distrito Federal.2

Para alguns, esses dados podem parecer irrisórios, quando se considera o tamanho do país, no entanto estamos falando de uma legislação recente, devidamente regulamentada há apenas 5 anos, que traz delimitações punitivas severas em relação à corrupção. Devemos considerar que temos uma longa caminhada a percorrer a fim de mudarmos esse paradigma e para que as pessoas internalizem a nova realidade punitiva: a corrupção é efetivamente punível e custa caro.

Segundo dados da FGV, cerca de 1 a 4% do PIB do Brasil é destinado à corrupção. Seguindo essa lógica, no ano de 2019, 296 milhões de reais foram corrompidos. Duzentos e noventa e seis milhões de reais!

Pense em um país em que esse montante seja destinado ao que realmente importa: saúde, educação, infraestrutura, etc. Permita-se imaginar um Brasil em que obras públicas, licitações e cilindros de oxigênio não são superfaturados. Imagine um Brasil onde as pessoas e as empresas levem a sério a potencialidade das sanções de nossa legislação. Sem dúvidas o retrato de nosso país seria bem diferente do que o de hoje e o permitiria aumentar o seu ranking no Índice de Percepção da Corrupção (IPC). Em 2019 tivemos a pior nota pelo segundo ano consecutivo – 35 pontos (a escala do IPC vai de 0 a 100, em que 0 indica que o país é altamente corrupto e 100 que ele é muito íntegro).3

Hospitais de ponta, suprimentos disponíveis na área da saúde, rodovias pavimentadas e escolas bem equipadas. Essa poderia ser a realidade brasileira. A corrupção gera fome, aumenta a desigualdade e impede o desenvolvimento de uma nação (que o diga a África subsaariana). A corrupção é um mal. Ela deve ser inibida e a nossa legislação e suas penalidades devem ser levadas a sério!

1 Disponível em: http://www.portaltransparencia.gov.br/sancoes. Acesso em: 17 jan. 2021.

2 Disponível em: http://www.portaltransparencia.gov.br/sancoes/ceis?ordenarPor=nome&direcao=asc. Acesso em: 17 jan. 2021.

3 Disponível em: https://transparenciainternacional.org.br/ipc/. Acesso em: 17 jan. 2021

 

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Relojeiro do Mercadão, Wilson morre em Aquidauana por complicações da covid-19

2
Aquidauana

Letalidade da covid em Aquidauana e Anastácio é maior que média estadual

3
Geral

Mega-Sena: um apostador ganha o prêmio de R$ 7 milhões

4
Policial

Motorista perde controle da direção e carro capota na BR-060

Informe Publicitário

Informe

View Energy garante economia de até 95% na sua conta de luz!

Previsão do Tempo

min14 max29

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min14 max29

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,20m
Miranda
3,39m
Paraguai
1,56m

Colunas e Blogs

Gabriel Novis Neves

EDUCAÇÃO

Valdemir Gomes

Adeus...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: OS MEUS, OS SEUS E OS NOSSOS

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Médicos

Ademir Bossay Candia - Pediatria

Rua 7 de Setembro, 486 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2894
Bancos

Banco Caixa Econômica Federal

Rua Estevão Alves Corrêa, 562 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4030 / 324 www.cef.com.br
Advocacia

Luiz Eduardo de Arruda

Rua Manoel Antonio Paes de Barros, 1469 Guanandy - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3294 / 324
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo