Mundo que se abre*

23/12/2019 06:55:00


Senhoras e senhores, boa noite. Sinto-me muito honrado em estar aqui neste momento participando da formatura da 1ª turma do Curso de Serviço Técnico Jurídico da escola estadual Coronel José Alves Ribeiro - CEJAR. Sei da importância e do significado deste momento. Uma etapa valiosa na vida de vocês se encerra hoje e outra se inicia imediatamente. Cabe-nos então valorizar o que se passou, utilizar toda essa bagagem e seguir o caminho e as portas que se abrirão a partir de agora.

Vocês passaram por um curso muito novo, que não os habilita ainda a advogar ou prestar concurso para alguns cargos do Poder Judiciário. Outra fase está por vir para aqueles que gostaram do mundo jurídico, a Faculdade de Direito. E todo esse ensinamento de Direito que vocês tiveram durante o ensino médio, valeu de alguma coisa? A resposta positiva que eu darei se entrelaça com sua própria história de vida. Quero dizer, lógico que valeu a pena, agora vocês podem pensar o mundo em que vivemos de maneira mais complexa, não levar algumas afirmações dadas como certas em todos os momentos, ser mais crítico e responsável com o mundo que está a sua volta. Ser pessoas melhores.

Não se esqueçam também que a justiça dos homens é falha, os processos tramitam em vários cantos do país e são interpretadas por pessoas que tiveram as mais diversas experiências de vida. Erros existem, dos mais variados, e até mesmo aquele sentimento de injustiça paira no ar algumas vezes. Não somente por culpa do Poder Judiciário, que tem que assumir também suas dificuldades e enfrentá-las com o peito aberto, mas também por culpa do Legislativo, que cria ora leis boas e ora leis ruins, e do Executivo, que não consegue executar as malfadadas leis.

E também por culpa de parcela de advogados, ávidos por uma vitória, que acabam por afetar diretamente seus clientes. E também por culpa dos servidores do Judiciário, que precisam trabalhar sempre de maneira contínua e organizada para atender à crescente demanda. E também por culpa dos professores, que não conseguiram lhes passar todo o conteúdo necessário durante o ano. E também por culpa de seus pais, que ou protegem demais, ou os largam demasiadamente ao mundo. E também por culpa de vocês formandos, que precisam entender que a vida é de vocês e que o futuro, por mais difícil que pareça, somente fará sentido se agarrarem todas as oportunidades e souberem que nós adultos precisamos de vocês daqui em diante para melhorar o que existe à nossa volta.

E digo tudo isso para que não se esqueçam de Deus, a Força Superior que nos protege, ensina e permite que o caminho seja seguido. Se de agora em diante nada der certo em sua vida, se seus planos não foram atingidos, se a frustração chegou, não se abale. Tenha fé e humildade, levante, um passo de cada vez, peito aberto e siga o caminho. Tudo vai se resolver.

Principalmente, sejam felizes com o agora. Não se preocupem demais com o futuro, apenas sonhem e corram atrás de seus sonhos. Deixem que a leve brisa da vida lhes apresente o desconhecido e que sua força interior leve luz, vida e amor para toda a humanidade. De coração, parabéns por este maravilhoso momento. Avante.

 

(*) Discurso proferido durante a formatura da 1ª Turma do Curso de Serviço Técnico Jurídico da Escola Coronel José Alves Ribeiro - CEJAR


Giuliano Máximo - Dr. Giuliano Máximo