A...

10/08/2020 04:37:00


A...

Situação, caótica... Difícil!
Precisamos encontrar... Caminhos!
Disseminar, amor... Carinho!
Sabemos, não está... Fácil!
Mas... Um bando, imbecil!
Num repente... Desafina!
Vemos, fumaça... Cortina!
Até questiona... “Ciência!”
Realmente, faltando, consciência...
Faz apologia à... “Cloroquina!”


Têm coisas sem... Fundamento!
Quando fala-se... “Cotovelos!”
Trata o povo, gado... “Sinuelo!”
Criando, tumultuado... Momento!
Será maldade... “Desconhecimento!”
Vejo, falta de... “Projeto!”
Não basta publicar... “Decretos!’
Necessário, postura... Atitude!
Bravateiro, insano, rude...
Intitula-se, justo... “Correto!”


Um tanto quanto... Repetitivo!
Abordando mesmo... Tema!
Porém, palavra em... “Esquema!”
Sem licitação, ótimo... “Aperitivo!”
Emergência, dispensa... “Crivo!”
Assim, muitos, às... “Favas!”
Necessidade, urge... “Destrava!”
Infelizmente, aumenta... “Cobiça!”
Sem burocracia, derriça...
Corona Vírus... “Agrava!”


A situação exige... “Cautela!’
Diante do insólito... “Momento!”
Fiscalize, fique... “Atento!”
Não aceite, normal... “Mazela!”
Jamais vote por... “Bagatela!”
Uma questão de... “Consciência!”
Vale liberdade... “Independência!”
Do fruto, vida... “Semente!”
Sonho, sociedade, diferente...
Portanto, muita calma... “Paciência!”

Poema: Valdemir Gomes dos Santos 10/08/2020.

 

 

 

 


Valdemir Gomes - Valdemir Gomes