Preciso...

13/10/2021 04:45:00


Preciso...

Continuar registrando...
Do gestor, suas... Atrocidades!
Fatos inacreditáveis... “Verdades!”
O povo desalentado... “Chorando!”
Nos lares, o básico... “Faltando!”
Por COVID, cidadãos... Morrendo!
Com mentiras, continua... “Oferecendo!”
O famoso quite preventivo... “Cloroquina!”
Na realidade, acendendo a bina...
Tudo conforme os cientistas... “Prevendo!”


Segue, trabalhador sem renda...
Em sua casa, dispensa... Vazia!
Só por Deus, virgem... “Maria!”
Governo, desentendimento... “Contenda!”
Esperamos que tais barbáries... “Suspenda!”
Cansamos de tanta balelas... “Chacotas!”
Das panelas, tudo tira, nada... “Bota!”
Exigimos que reveja postura... “Conceitos!”
Oxalá, no próximo pleito...
Ao Brasil, uma nova opção... “Rota!”


Registrar os casos, incomoda...
Políticos, ficam nervosos... “Tiririca!”
Realmente pior do que está... “Fica!”
A paciência evapora... “Transborda!”
Enclausurados no sistema... “Calhordas!”
Aos problemas ao invés... “Remendo!”
A cada dia literalmente, serra... Descendo!
Diria, piada de mau gosto... “Brincadeira!”
Água fervendo, destampando Chaleira...
Reitero: “Mortes precoces... Acontecendo!”


Impossível, permanecer, calados...
Diante de essa falta... “Resolutividade!”
Por despreparo da liturgia... “Promiscuidade!”
Semelhante água de açude... “Parado!”
Esperamos que absorva... Recado!
Atitude, basta de tanta... “Inércia!”
Discursos destoantes, controvérsias...
Assim, destruindo futuro... “Semente!”
Sem projeto, saindo pela tangente...
Saiba, sociedade aguerrida... “Mavórcia!”

Poema: Valdemir Gomes dos Santos 13/1012021

 


Valdemir Gomes - Valdemir Gomes