18 de agosto de 2022
Anuncie Aqui
Raquel Anderson

Do feto ao Afeto!

Raquel Anderson
10 MAI 2020 - 09h43min
Na cronologia previsível da nossa existência, trivial, cômoda... típica da classe média umbilical, a vida segue...
Blindados, hoje, com o alerta de uma contaminação que, NÃO necessariamente, revolucionará os sentimentos, as ações humanas...
Nessa cronologia, de vivermos aos moldes previsíveis, uma intempérie aqui ou acolá pode ser superada, administrada com dinheiro, cuidados pagos, rezas, orações, a vida segue...
As viagens adiadas, o desenfreado consumo, momentaneamente, contidos não  transformarão em  conscientização para uma mudança de estilo de vida, não irão reverter princípios, egoísmos, nada...
Comportamento vem de dentro, desigualdade faz barulho, tira o sono de quem enxerga a humanidade de um jeito diferente e a gente vai ficando obsoleto porque não tem intenet banking, não tem Instagram, não é moldado aos ditames e às rédeas de ser "igual".
O frio e o calor são atravessados com recursos, tecnologias, confortos, sem doer...
A vida, para muitos, é uma busca constante de "um sem doer", acontece que a vida dói...
Dói a fome que muitos fingem não ver
Dói o caos instaurado no brasil atual
Dói o desdém com a cultura
Dói a escassez da literatura
Dói o egoísmo
Dói o equivoco habitado no egocentrismo
Dói o desemprego, a desesperança de um filho
Dói o mundo fora dos trilhos
A vida dói sim, em nós, para nós.
A criatividade, característica de inteligência e senso de humor do país do Carnaval, é imensa, farta, alivia um pouco as dores vividas...
Na cronologia de viver assim ou assado, pimba, agora é preciso estar um pouco enclausurado...
É preciso aquietarmo-nos na mente...
Nesse  Dia das Mães, não haverão restaurantes lotados, nenhum dinheiro do mundo pode, nesse momento, comprar a consciência, fazer uma média!
Fetos fomos, agora, fato, fartos! 
Só podemos ser transformados em Afetos, é a única possibilidade que nos resta na nossa importante condição humana.
A vida, dói por fora, por dentro, são as delicadezas, as simplicidades, valores incompráveis, incomparáveis que nos tornam gente.
Feliz Dia das Mães?
O que é ser Mãe feliz?
Há um jeito, artesanal, onde a vida pode ser bela, um sorriso que irradia o sentido do dia, um fazer em casa, comidinhas, coisinhas que alegram o coração, um posso ajudá-la, um deixa que eu faço pra você, um eu te amo constante.
O óbvio é raro, o que não está à venda, é o que há de melhor no mundo!
Para as Mães que perderam seus filhos  com o Covid-19, para as Mães que perderam filhos por quaisquer condições, para a humanidade toda que, de alguma forma, faz-se Mãe.
Para as mães do hospital, o carinho artesanal.
Afetuoso Dia das Mães em tempos de Pandemia!
 
 

Veja também

Mais Lidas

1
Dois Irmãos do Buriti

Motociclista e passageira ficam gravemente feridos após colisão na BR-262

2
Aquidauana

Após o susto, salva-vidas arremessado por touro em Aquidauana diz que está bem

3
Policial

Adolescente de 16 anos morre após confessar assassinato e furtos

4
Aquidauana

Salva-vidas arremessado de touro está na enfermaria da Santa Casa

Informe Publicitário

Informe Publicitário

Sonho se torna realidade e família amplia Supermercado Vale Verde em Aquidauana

Previsão do Tempo

min23 max32

Aquidauana

Chuva
min23 max32

Anastácio

Chuva

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,74m
Miranda
1,36m
Paraguai
2,46m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Até...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

SORTILÉGIOS DA LITERATURA

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: VALE TUDO POR UM LIKE?

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Médicos

Carlos Eduardo Nunes - Anestalsiologista

Hospital da Cidade, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3636
Pesqueiros

Pousada Itajú - Estrada da Margem Esquerda

, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 9986-1334 www.pousadaitaju.com.br
Médicos

Laudison P. Lara Spada - Clinico Geral e Ginecologista

Rua Manoel A. da Costa, 630 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3438
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo