X
Incêndio

Incêndio em Porto Esperança foi proposital e polícia aplica multa de R$ 1,1 milhão

O fazendeiro dono das terras já faleceu, e os responsáveis pelo local devem responder pela autuação

Incêndio em Porto Esperança / Divulgação/PMA

Após investigações, a PMA (Polícia Militar Ambiental) confirmou que o incêndio florestal em propriedade rural localizada em Porto Esperança, próximo a comunidade onde vivem 60 famílias, foi provocado, e aplicou multa de mais de R$ 1,1 milhão.

Conforme o Diário Corumbaense, em sobrevoo, militares do Corpo de Bombeiros avistaram pessoas na área da queimada, levantando a suspeita de que o fogo tinha sido provocado.

O Corpo de Bombeiros e brigadistas conseguiram extinguir as chamas e ainda permaneceram por mais alguns dias para fazer o monitoramento da área.

Com o uso de GPS, os policiais ambientais constataram que o incêndio afetou área de 1.167,74 hectares. Na quinta-feira (18), a PMA fez a autuação administrativa e fixou a multa em R$ 1.168.000,00 por colocar fogo em área agropastoril.

O dono da propriedade já faleceu e os responsáveis atuais pela fazenda irão responder pela autuação.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Serviços

Agendamento online para passaportes está indisponível temporariamente

Polícia Federal detecta tentativa de invasão do ambiente de rede

Educação

Inep apresenta novos indicadores de financiamento

Valor Aluno Ano Resultado é um complemento da União às redes estaduais e municipais em vigor desde 2023

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo