X
Dia dos Povos Indígenas

Eloy Terena visita aldeias em Aquidauana e destaca avanços

Secretário Executivo dos Ministérios Indígenas marcou visita em agenda em alusão aos Povos Indígenas

Eloy Terena / O Pantaneiro

Eloy Terena, secretário-executivo dos Ministérios dos Povos Indígenas, marcou presença nas Aldeias Ipegue e Água Branca nesta manhã para refletir sobre o Dia dos Povos Originários. Durante sua visita, ele enfatizou a importância da preservação da identidade cultural e língua própria entre os Terenas, destacando o orgulho de sua comunidade em manter suas tradições vivas.

“Hoje nós estamos nos consolidando como povos originários, com identidade própria, língua própria, cultura própria. E entre os Terenas isso é muito forte. Que os Terenas ao longo da história foram vistos como indígenas integrados, aculturados, que tinham perdido a sua cultura. E nós estamos mostrando que não. Que nós temos uma intensa interação com a sociedade não indígena, mas nem por isso nós deixamos de ser Terenas. Nem por isso deixamos a nossa língua, nossa cultura, nosso modo de ser. Então eu estou muito feliz de estar hoje aqui, passei no IPEG, que é uma aldeia que eu nasci, que eu cresci, que eu estudei. Agora eu estou aqui na Água Branca, que é uma comunidade que eu tenho muito carinho. E é dia de celebrar”, disse.

Ao ser questionado sobre as ações do governo federal em prol dos povos originários, Terena ressaltou a histórica semana em Brasília, onde o Conselho Nacional de Política Indigenista foi reinstalado, promovendo a participação social dos indígenas. Ele também mencionou os anúncios do presidente Lula sobre demarcação de terras e investimentos na proteção dos territórios indígenas, incluindo a instituição do Plano de Gestão Ambiental e Territorial da Terra Indígena Toneipeg e Cachoeirinha, no Mato Grosso do Sul.

“Essa é uma semana também histórica, foi uma semana histórica em Brasília. A retomada da participação social dos povos indígenas, através da instalação do Conselho Nacional de Política Indigenista, CNPI. A participação do presidente Lula, trazendo os anúncios, retomando a demarcação de terras indígenas, homologações, reafirmando o seu compromisso da proteção dos territórios, de todo o investimento que tem sido feito, desde até a indígena Yanomami, mas de outros territórios que estavam também sendo invadidos. E aqui, para o Mato Grosso do Sul, nós tínhamos dois anúncios importantes, que foi a instituição do PGTA, que é o Plano de Gestão Ambiental e Territorial da Terra Indígena, Toneipeg e Cachoeirinha. A ministra Sonia anunciou, e nós acreditamos que a partir de agora a gente vai começar a implementar esse projeto aqui nessa terra indígena”.

Sobre o diálogo intercultural, Terena enfatizou a importância de uma abordagem colaborativa no governo atual, destacando a necessidade de construir políticas em conjunto com as comunidades indígenas. Ele explicou que o Plano de Gestão é uma iniciativa que permite às comunidades definirem suas necessidades e prioridades, garantindo que as políticas sejam construídas de baixo para cima. Com a implementação prevista para 2025, Terena enfatizou a importância de envolver as comunidades na construção e implementação desses planos para garantir um desenvolvimento sustentável e inclusivo.

Eloy terena

Luiz Henrique Eloy Amado, indígena do povo Terena em Aquidauana. Doutor em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da UFF e Doutor em Antropologia Social pelo Museu Nacional da UFRJ. Possui pós-doutorado em ciências sociais pela École des Hautes Études em Sciences Sociales, França.

Atuou como advogado da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB) em representações no Supremo Tribunal Federal, na Corte Interamericana de Direitos Humanos e no Tribunal Penal Internacional.

Recebeu menção honrosa na edição 2020 do prestigioso Prêmio de Excelência Acadêmica da Associação Nacional Brasileira de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais, por sua tese de doutorado, “Vukápanavo – O despertar do povo Terena para seus direitos: movimento indígena e confronto político”

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Idoso é vítima de estelionato em Anastácio

Vítima recebeu ligação de falso gerente de banco

Meio Ambiente

Sucuri de 2,5 metros é capturada no Centro de Corumbá

Equipe do Corpo de Bombeiros encaminhou cobra para área de mata

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo