X
Economia

Codevasf promove curso de boas práticas de manipulação do mel

Curso abordará a base legal que envolve a cadeia produtiva da apicultura, a criação de abelhas e a comercialização do produto

Formação, com carga horária de 30 horas, faz parte do Projeto Amanhã / Divulgação

Para estimular a capacitação técnica de produtores rurais, a Codevasf promove o curso de “Boas Práticas de Manipulação do Mel”, nos dias 11, 12, 13 e 18 de junho, na Associação dos Apicultores de Mel, em Serra Talhada, sertão de Pernambuco. A formação, com carga horária de 30 horas, faz parte do Projeto Amanhã.

O curso abordará a base legal que envolve a cadeia produtiva da apicultura, a criação de abelhas e a comercialização do produto. Após a fase teórica, os apicultores terão a oportunidade de conhecer instalações de um entreposto de mel. No local, os participantes conhecerão como funcionam os equipamentos usados na produção do mel.

“O curso é fundamental para o aumento da qualidade e produtividade do mel e, consequentemente, o aumento da renda desses apicultores. Se o apicultor tem acesso à informação, ele produzirá com qualidade”, resume a médica veterinária Illana de Souza, que vai ministrar o curso.

Para os apicultores de Serra Talhada e região, o curso será um divisor de águas. Com a formação oferecida pelo Projeto Amanhã, os apicultores esperam entregar um produto de qualidade ao mercado consumidor. “Identificamos que temos essa carência de qualificação e a Codevasf, pelo Projeto Amanhã, nos atendeu. Esperamos que a região passe a ter casas de mel certificadas com produtos que possamos oferecer ao mercado”, reforça o presidente da Associação dos Apicultores de Mel de Serra Talhada, Cícero Aldo.

O curso também será ministrado nos municípios pernambucanos de Floresta e Carnaíba. As datas e os locais ainda serão definidos.

Pernambuco está entre os dez maiores produtores de mel do Brasil
O tempo seco e as altas temperaturas não impedem o sertão nordestino de ser um celeiro de oportunidades na agricultura. Entre as várias atividades, a apicultura é uma das mais difundidas da região. Conforme o último levantamento do IBGE, em 2021 o sertão pernambucano colocou o estado entre os dez maiores produtores de mel do país. O estudo contabilizou as 1.248.005 toneladas de mel produzidas no estado.

*Com informações da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Policial

Mulher que cegou tatuador continua presa em Curitiba

Ela jogou uma caneca de soda no rapaz, que perdeu a visão

Investimentos

Investimentos públicos garantem qualidade de vida e potencializam turismo em Rio Verde

Governador cumpriu agenda no município

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo