01 de dezembro de 2021
Anuncie Aqui
Preços

Governo do MS atende setor de transporte e reduz ICMS do frete

Na prática, a mudança torna a base de cálculo do imposto mais condizente com a realidade do mercado

26 OUT 2021 - 14h52min
Da redação

Acolhendo uma solicitação das empresas de transportes de etanol, o Governo de Mato Grosso do Sul reduziu a carga tributária do ICMS sobre o transporte para produtos não agropecuários para outros estados. O decreto alterando os coeficientes da tabela do frete foi assinado na segunda-feira (25) pelo governador Reinaldo Azambuja e pelos secretários Jaime Verruck (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e Felipe Mattos (Fazenda).

Atlântico Super Center - 01Nov - Compra do mês - 9

Na prática, a mudança torna a base de cálculo do ICMS mais condizente com a realidade do mercado. No caso de produtos industrializados (não agropecuários ou extrativistas), o valor do frete mínimo - que funciona como se fosse a pauta fiscal - não convergia com o valor real, impondo uma carga tributária injusta aos transportadores destes produtos e afetando os custos de toda a cadeia.

Segundo o governador Reinaldo Azambuja, com a atualização da tabela, a pauta relativa à base de cálculo do ICMS transporte voltará a refletir os preços de mercado. “O decreto é resultado da discussão dos empresários com o Fisco e com o Desenvolvimento. A conta estava muito cara para quem faz o transporte. O ICMS sobre o transporte estava onerando a competitividade de Mato Grosso do Sul. O que a gente fez aqui? Nada mais do que voltar a parâmetros mais normais, de regras mais claras e diminuindo os custos”, disse.

O secretário Jaime Verruck exemplificou que, na prática, as mudanças representam uma redução substancial no valor a ser pago de ICMS. “A tabela atual penalizava fortemente todos esses produtos industrializados, como o etanol. Pelas regras atuais, o transporte de 46,14 toneladas desse combustível de Sonora (SP) para Guarulhos (SP) implicaria em uma conta de R$ 2.048,00 de ICMS a pagar. Com a nova tabela, esse valor será reduzido para R$ 1.357,27 - uma diminuição de 33,72%. Isso dá competitividade para a economia, para a cadeia produtiva”, declarou.

Acompanharam a assinatura do decreto, representantes de diversas empresas de transporte. “Essa mudança vai ajudar muito o setor. Em vários locais tivemos que parar o transporte porque, às vezes, ficava mais caro o ICMS que o transporte, inviabilizava o nosso trabalho”, contou o presidente da Rodobelo Transportes, Gelson Tavane.

A previsão da Consultoria Legislativa é de que a nova tabela de cálculo do ICMS do frete será publicada e entrará em vigor na próxima quarta-feira (27) no Diário Oficial do Estado.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Menina é estuprada por convidado durante festa na piscina

2
Policial

PRF que atirou contra homem nu em motel é encontrado morto

3
Policial

Miss Transex MS é presa por dopar e roubar clientes após "encontros"

4
Policial

Homem é perseguido e morto após atropelar criança

Informe Publicitário

Informe

Selaria União: couro e moda country você encontra aqui!

Previsão do Tempo

min22 max36

Aquidauana

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde. À noite o tempo fica aberto.
min22 max36

Anastácio

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde. À noite o tempo fica aberto.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,53m
Miranda
2,18m
Paraguai
0,26m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

A...

Gabriel Novis Neves

Vida difícil para quem torce

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Leila Diniz ("UMA MULHER SOLAR") Marília Mendonça ("...

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Médicos

José Arruda Fialho

Sete de Setembro, 1193 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Ponto de Táxi

Ponto de Táxi Nº 6

Praça Afonso Pena, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2774
Hospitais/Postos de Saúde

Posto de Saúde Familiar Nova Aquidauana

R. Timóteo Proença, s/nº - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4596
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo