X
Emprego

MS abre 3,9 mil empregos formais em julho, segundo o Caged

Nos últimos 12 meses, Mato Grosso do Sul acumula a criação de 40.855 empregos formais

Casa do Trabalhador em Aquidauana oferece diversas vagas / Divulgação

Com 3.934 novas vagas de trabalho no mês de julho, Mato Grosso do Sul tem destaques para o setor de Serviços e Construção Civil. Os empregos formais deste mês são expressivos, e em Aquidauana a Casa do Trabalhador vem oferecendo vagas que vão desde cozinheira, a eletricista (clique aqui para conferir).

Segundo dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego do Ministério do Trabalho e Emprego (CAGED-MTE), os setores que se destacaram na geração de empregos no mês passado foram Serviços (+1.154 vagas) e Construção Civil (+833 vagas).

Os dados foram compilados pela Coordenadoria de Economia e Estatística da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

Nos últimos 12 meses, Mato Grosso do Sul acumula a criação de 40.855 empregos formais, enquanto que no ano (janeiro a julho) foram geradas 34.232 novas vagas. Os números atestam a robustez da economia sul-mato-grossense que já superou a crise causada pela pandemia Covid-19 e está em franca expansão, tendo reflexos positivos em todos na maioria dos setores, avaliou o secretário da Semagro, Jaime Verruck.

O setor de Agricultura, Pecuária, Produção Florestal, Pesca e Aquicultura contratou 6.953 trabalhadores no ano, enquanto a Construção Civil abriu 5.214 novas vagas e Comércio, 4.089 novas vagas. O setor que apresenta o maior crescimento foi o da Construção Civil. Enquanto no período de janeiro a julho do ano passado somava 2.734 novas vagas criadas, no mesmo período desse ano são 5.214 novas vagas.

Com relação à distribuição geográfica dessas vagas, a Capital do Estado, Campo Grande, continua liderando o ranking com 9.840 novos postos de trabalho, e em segundo lugar aparece Três Lagoas (2.965 novas vagas), seguida de perto por Ribas do Rio Pardo (2.945 novas vagas), cidade que recebe uma megaindústria de celulose e passa por profundas transformações devido a esse investimento. Dourados, com 2.156 postos de trabalho, está na quarta colocação e em quinto, Aparecida do Taboado com 1.003 novos empregos.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Atenção

Caixa libera abono do PIS/Pasep para nascidos em março e abril

Caixa pagará neste mês R$ 4 bilhões

Avanço

Polícia Científica tem alta tecnologia aliada para resolver crimes com arma de fogo

Em 2023, 816 armas de fogo foram periciadas em MS

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo