19 de outubro de 2021
Anuncie Aqui
Educação

Piso dos professores tem reajuste de 7,64% e vai para R$ 2.298

12 JAN 2017 - 19h00min
Agência Brasil
O piso salarial dos professores em 2017 terá um reajuste de 7,64%. Com isso, o menor salário a ser pago a professores da educação básica da rede pública deve passar dos atuais R$ 2.135,64 para 2.298,80. O anúncio foi feito hoje (12) pelo Ministério da Educação (MEC).
 
O piso salarial dos docentes é reajustado anualmente, seguindo as regras da Lei 11.738/2008, a chamada Lei do Piso, que define o mínimo a ser pago a profissionais em início de carreira, com formação de nível médio e carga horária de 40 horas semanais.
 
O ajuste deste ano é menor que o do ano passado, que foi de 11,36%. O valor representa um aumento real, acima da inflação de 2016, que fechou em 6,29%. O novo valor começa a valer a partir deste mês.
 
"Significa um reajuste acima da inflação, cumprindo a legislação", disse o ministro da Educação, Mendonça Filho. "É algo importante porque significa, na prática, a valorização do papel do professor, que é central na garantia de uma boa qualidade da educação. Não se pode ter uma educação de qualidade se não tivermos professores bem remunerados e motivados", acrescenta.
 
A lei vincula o aumento à variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno definido no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Pela lei, os demais níveis da carreira não recebem necessariamente o mesmo aumento, o que é negociado em cada unidade federativa.
 
Aumento de R$ 5,083 bilhões nos gastos municipais
 
Em um cenário de crise, o reajuste preocupa estados e municípios. Estudo divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) mostra que o reajuste do piso salarial dos professores vai gerar um aumento de R$ 5,083 bilhões nos gastos municipais.
 
De acordo com a CNM, de 2009 a 2016 os gastos com a folha de magistério tiveram uma expansão de R$ 41,829 bilhões. O valor já cresceu 241,9%, muito acima da inflação relativa ao período e maior do que o próprio aumento das receitas do Fundeb.
 
O Fundeb é formado, na quase totalidade, por recursos provenientes dos impostos e transferências dos estados, Distrito Federal e municípios, vinculados à educação. Além desses recursos, ainda compõe o Fundeb, a título de complementação, uma parcela de recursos federais. Pelo menos 60% desses recursos devem ser destinados a pagamento de pessoal.
 
Segundo a CNM, atualmente, os municípios comprometem, em média, 78,4% dos recursos do Fundeb apenas com a folha de pagamento desses profissionais, de acordo com dados do Sistema de Informação sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope).
Em 2015, mais de 70 Municípios já comprometiam 100% desses recursos.
 
O ministro da Educação ressaltou que, ao final do ano passado, o governo antecipou o repasse de R$ 1,25 bilhão do Fundeb. "O pagamento foi honrado ainda dentro do exercício de 2016, o que não ocorria. O prazo para que o repasse fosse feito é até abril do ano subsequente", disse.
 
Ele acrescenta que, em 2017, os repasses aos estados e municípios serão mensais, "o que vai totalizar R$ 1,3 bilhão e ajudará o fôlego dos estados e municípios e suas respectivas folhas", finalizou.

Atlântico Super Center - terça verde do real (19Out)_9
 

Veja também

Mais Lidas

1
Entretenimento

Marcos Palmeira e José Loreto chegam para gravação de "Pantanal"

2
Entretenimento

Açaí tem gosto de terra? Pois o tamanduá decidiu tirar a dúvida por conta própria

3
Policial

Fronteira em alerta após ameaças de ataque do PCC

4
Geral

Últimas três vítimas de naufrágio em Corumbá ainda serão veladas

Informe Publicitário

Informe

IVRNET: compromisso pela melhor internet na região

Previsão do Tempo

min20 max31

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min20 max31

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,99m
Miranda
2,01m
Paraguai
0,19m

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

EIS QUE CHEGOU...

Valdemir Gomes

Como...

Gabriel Novis Neves

MANIA NOVA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Médicos

Jose Luiz Quelho - Ginecologista

Rua Pandiá Calógeras, 364 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3904
Advocacia

Dr. Douglas Melo Figueiredo

Rua Manoel Antonio Paes de Barros, 415 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4900
Médicos

Marcos Rondon Vaz de Melo

, - Aquidauana/MS (67)
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo