X
Entrevistas

Tota Garcia: 43 anos de dedicação às crianças de Aquidauana

A Bezerra de Menezes foi a primeira creche do município de Aquidauana

Dona Tôta sempre fez parte da diretoria da instituição

Através de projeto aprovado na Câmara Municipal de Aquidauana e homologado pelo Prefeito Municipal, Fauzi Suleiman, o Centro de Educação Infantil Bezerra de Menezes deixou de ser uma instituição não governamental e passa agora a ser administrada pelo município de Aquidauana.

Inaugurada no dia 1° de fevereiro de 1966, a história da primeira creche do município - Creche Bezerra de Menezes, caminha ao lado da história de Aquidauana. Na época, um grupo de amigos, ao lado da idealizadora Srª Salústia Maciel Arruda, trabalharam na construção de um imóvel e fundaram com grande êxito, a Creche que levaria o nome de um dos expoentes da Doutrina Espírita no Brasil, Dr. Bezerra de Menezes.

Inserido neste grupo de amigos estavam também o fundador da Rádio Independente de Aquidauana, Sr. Antonio Rodrigues Garcia e sua inseparável esposa, Srª Emigdía Armôa Garcia, mais conhecida como “Dona Tôta”.

Atualmente com 83 anos de idade, sendo 43 deles dedicados diariamente à instituição infantil, Dona Tôta, concedeu ao Site O Pantaneiro, uma entrevista onde conta a sua dedicação às crianças carentes de Aquidauana e a dor da despedida da instituição que será administrada pelo poder público.

Questionada sobre a realidade da época de fundação da Creche Bezerra de Menezes, Dona Tôta nos conta sobre a dificuldade que enfrentaram para convencer a comunidade da necessidade de ajudar as famílias mais necessitadas, principalmente às mães que precisavam de um apoio para poderem trabalhar e ajudar no sustento de suas casas. “Muitos nos perguntavam se não estaríamos incentivando o nascimento de crianças, já que as mães tinham onde deixar seus filhos”, afirmou.

Desde a fundação, a Creche atendia cerca de 90 crianças com idade entre 1 a 6 anos de idade no período integral. Hoje, este número chega a 110 crianças.

Neste período grandes mudanças aconteceram. Em 2001, a instituição passou a ter nova denominação: Centro de Educação Infantil Bezerra de Menezes e precisou se adaptar às exigências da deliberação do Conselho Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul. Entre estas exigências, estavam à obrigatoriedade de contratação de profissionais habilitados na educação das crianças. Assim, as antigas voluntárias que coordenavam as aulas precisaram ser afastadas e professoras pedagogas foram contratadas.

Para Dona Tôta, sem dúvida, o nível educacional melhorou, porém, os custos com folhas de pagamento e tributos oneraram a receita da instituição o que dificultou ainda mais a administração.

Com as dificuldades, principalmente financeiras encontradas, a entidade não governamental - Centro de Educação Infantil Bezerra de Menezes precisou ser municipalizada e tornou-se governamental.

Para Dona Tôta sempre fez parte da diretoria da instituição, seja como conselheira, presidente, vice-presidente. Como a última presidente da instituição, para ela são inúmeros momentos marcantes neste período de dedicação. “Sem dúvida, o principal deles foi quando recebemos a Declaração de Utilidade Pública Federal, na época, com o apoio do Senador Rachid Derzi”.

Com este título, a instituição passou a ser reconhecida como prestadora de serviços à comunidade e conseguiram benefícios, que não foram, porém, suficientes para a manutenção do Centro de Educação. Além do Registro Federal, a Creche possuía também o registro de Fins Filantrópicos nos três âmbitos – municipal, estadual e federal.

Dona Tôta encerra este valioso trabalho prestado às famílias de baixa renda de Aquidauana com orgulho, mas percebe-se em seu olhar o mesmo sentimento da despedida de uma mãe com o filho que vai estudar fora. Ela agradece imensamente as pessoas que tanto ajudaram com suas doações para a sobrevivência desta instituição até hoje. “Sem as doações da população, seria simplesmente impossível”, confirmou.

Dona Tôta, deixa a presidência da creche, mas continua na ativa. Segundo o seu esposo “Seo” Garcia, ela cuidará apenas das “Araras”, referindo-se com alegria, às amigas da Melhor Idade Bella Idade Arara Azul, a qual é integrante e onde deseja continuar distribuindo sua atenção e carinho.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

ALEMS debate a judicialização da Saúde em Mato Grosso do Sul

Assunto foi uma das principais discussões entre os deputados

Educação

MEC vai nomear 220 técnicos em assuntos educacionais

Novos servidores trabalharão em Brasília

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo