X
Esportes

Botafogo sonha com Ronaldinho Gaúcho no Engenhão em 2010

O Botafogo estabeleceu como meta a contratação de um jogador capaz de fazer o Engenhão lotar. Por isso, o clube chegou a preparar um projeto para apresentar a Ronaldinho Gaúcho, que, entretanto, ficará no Milan até, no mínimo, julho do ano que vem. Mas a obsessão de ver o craque na casa alvinegra é tanta, que a diretoria apresentou um convite oficial para que o Estádio João Havelange seja o palco da edição 2010 do Natal Show de Bola, amistoso beneficente que reúne amigos do jogador.


Irmão e representante de Ronaldinho Gaúcho, Roberto Assis recebeu a oferta do Botafogo nos últimos dias enquanto esteve em Salvador, local da última edição do Natal Show de Bola. O convite foi pessoalmente entregue pelo empresário Mauro Azevedo, que é parceiro de Assis em alguns negócios ligados ao futebol.


- O Assis recebeu o convite e mostrou-se feliz com essa possibilidade. Lógico que tudo depende do calendário e da disponibilidade, mas acredito que as chances são boas - afirmou Mauro Azevedo.


Este pode ser o início da aproximação entre Botafogo e Ronaldinho Gaúcho. Há cerca de dois meses, o presidente Maurício Assumpção iniciou conversas com Roberto Assis, com o objetivo de ter o jogador em 2010. O clube preparou um amplo projeto de marketing, que contava com o apoio de investidores capazes de viabilizar o sonho. As conversas foram evoluindo até o Alvinegro tornar-se o único clube do Brasil com um documento que abria oficialmente as negociações para contratar o craque.


'Projeto consistente, audacioso e viável', diz empresário


O presidente Maurício Assumpção tinha programada uma viagem a Salvador, onde na última terça-feira entregaria a Roberto Assis o projeto de marketing. Mas antes disso o procurador de Ronaldinho explicou que o jogador não poderia deixar o Milan até, no mínimo, julho do ano que vem.


- O Botafogo se pronunciou de forma oficial com um projeto consistente, audacioso e viável. Tudo começou quando fui procurado pelo clube para fazer essa ponte com o Assis e nos encontramos em Porto Alegre. É um projeto de primeiro mundo, que seduziria qualquer empresário ou grande jogador. Era tudo preto no branco. Nada de suposições ou hipóteses - explicou Mauro Azevedo.


O empresário diz que ainda é cedo para falar sobre retomada de negociações na metade do ano que vem. Mas para o presidente Maurício Assumpção, o sonho continua.


- O projeto está temporariamente adiado, mas os investidores estão dispostos a seguir nele, caso as conversas voltem a acontecer.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Educação

MEC divulga resultado da segunda chamada do Prouni

Lista de pré-selecionados atrasou quatro dias

Economia

Mega-Sena pode pagar R$ 185 milhões neste sábado

Apostas podem ser feitas até as 19 horas, no horário de Brasília

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo