X
Esportes

Cacau brilha, mas Barcelona conquista empate em Stuttgart

Barça decidirá vaga no Campo Nou

O brasileiro naturalizado alemão Cacau teve uma noite especial nesta terça-feira, contudo, sua equipe, o Stuttgart, não encontrou tantos motivos para comemorar. Atuando dentro de casa, na Mercedes-Benz Arena, a equipe alemã ficou no empate por 1 a 1 diante do Barcelona, atual campeão, no confronto de ida pelas oitavas de final da Copa dos Campeões da Europa. O tento mandante acabou sendo anotado pelo camisa 18, melhor atleta em campo, aos 24 minutos da primeira etapa. Ibrahimovic, no segundo tempo, evitou a derrota.

O resultado desta noite na Alemanha deve ser comemorado pelo Barcelona. O gol assinalado fora de casa deixa os catalães a um empate sem gols das quartas de final da Copa dos Campeões da Europa. Em contrapartida, o Stuttgart necessita de, no mínimo, uma igualdade acima de dois tentos para comemorar um lugar entre os oito melhores do continente. O duelo decisivo está marcado para o dia 17 de março, no estádio Camp Nou.

Depois de passado o primeiro desafio pelo mata-mata da Champions League, o Barcelona volta a campo neste sábado pressionado para manter a liderança do Campeonato Espanhol. Apenas dois pontos à frente do arquirrival Real Madrid na tabela - 58 a 56 -, o time de 'Pep' Guardiola enfrenta o Málaga, em casa. Por sua vez, o Stuttgart tentará embalar na Bundesliga diante do Eintracht Frankfurt.

O jogo - Principal equipe da Europa na última temporada, o Barcelona ficou conhecido pelo seu jogo envolvente, em que dificilmente cedia a bola ao adversário. E, atuando na Alemanha, o time de Josep Guardiola iniciou a partida desta forma. No entanto, as duas linhas de quatro jogadores, armados pelo técnico Christian Gross, minaram as pretensões espanholas durante a primeira etapa.

Apostando na forte marcação, o Stuttgart adiantou sua formação para marcar a saída de bola dos catalães. Com ela nos pés, o time alemão mostrou muita velocidade, o que dificultou muito o trabalho da dupla de zagueiros visitante, formada pelo espanhol Gerard Pique e o mexicano Rafael Márquez. Dessa forma, os alemães passaram a ameaçar o goleiro Victor Valdés constantemente.

De insistir e conseguir chutar a gol, o Stuttgart abriu o placar aos 24 minutos. O meia Timo Gebhart cruzou na medida para Cacau superar Puyol no alto e estufar as redes. Gol que refletiu a primeira metade do primeiro tempo: Barcelona tocando, não criando e sofrendo no campo defensivo.

O tento assinalado animou os donos da casa e, principalmente, Cacau. Em dois lances consecutivos, por volta dos 32 minutos, o atacante brasileiro assustou os catalães. Primeiramente, o jogador venceu a disputa com Rafa Márquez e, à frente de Valdés, apenas rolou para o meio da área. Bem posicionado, Gerard Piqué deu um carrinho e conseguiu afastar para a linha de fundo. Logo em seguida, o camisa 18 recebeu excelente passe e arrematou de bico para o gol. Desta vez, o número 1 do Barca evitou o gol.

Acuado, o Barcelona criou sua primeira grande chance de gol aos 40 minutos, quando Messi fez grande jogada e arrematou de fora da área para defesa de Lehmann. Após o goleiro do Stuttgart espalmar, a bola caprichosamente caminhou para trás e bateu na trave.

Atrás no marcador, o clube catalão voltou a campo com outra postura na segunda etapa. Sem trocar tantos passes, o Barcelona equilibrou o confronto e conseguiu chegar à igualdade logo aos sete minutos. Após bola alçada na área e um toque errado da zaga alemã, Piqué tocou de cabeça para Ibrahimovic, completamente livre, chutar em cima de Lehmann. No rebote, o sueco empatou.

Depois do empate, o Barcelona retomou a ousadia da última temporada. Guardiola colocou em campo Henry na vaga de Touré e aumentou o poder ofensivo dos visitantes. Aos 23 minutos, os espanhóis estiveram muitos próximos de tomarem a liderança no duelo. Depois de cobrança de escanteio, Ibrahimovic dominou e girou para o gol. Em cima da linha, Molinaro conseguiu afastar a bola com o braço, para protestos dos blaugranas.

Sem sofrer a pressão inicial, especialmente após os alemães externarem cansaço, o Barcelona mostrou-se satisfeito com o resultado, embora aparecesse mais no setor ofensivo. Tranquilo dentro de campo e dominando a posse de bola, os espanhóis seguraram a igualdade com gols até o final do duelo. Assim, um empate sem gols na Catalunha mantém o time vivo na disputa pelo bicampeonato.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Pesquisa de Ministério vai investigar saúde e nutrição de crianças até 6 anos

Visitas domiciliares começam no próximo dia 29

Polícia

Dois são presos por estupro de criança em Coxim

Os abusos teriam ocorrido na última semana

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo