X
Esportes

Dodô volta a marcar três gols, e o Vasco vence o Friburguense na Cidade do Aço

Atacante é o destaque do jogo e cumpre previsão do filho de chegar à artilharia do Carioca. Gigante da Colina segue na liderança do Grupo B.

Acompanhado por Souza (à direita), Dodô corre para comemorar mais um gol. Do lado de fora, aplausos

Depois da goleada por 6 a 0 sobre o Botafogo, no último dia 24, Dodô ouviu o filho Pedro Lucas, de cinco anos, afirmar que ele seria o artilheiro do Campeonato Carioca, mas que não sabia cobrar faltas Na tarde deste domingo, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, o atacante voltou a marcar três vezes, desta vez na vitória do Vasco sobre Friburguense por 3 a 0, em partida válida pela quinta rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do estadual (assista aos gols no vídeo ao lado). E um deles, o primeiro, foi justamente em um lance de bola parada.

Com os três marcados na Cidade do Aço, Dodô se tornou um dos artilheiros da competição, ao lado de Marcelo Ramos, do Madureira, com seis. O camisa 10 cruzmaltino já tinha atingido o mesmo feito diante do Botafogo, no Engenhão, pela terceira rodada da Taça GB, no clássico em que balançou as redes pela primeira vez com a camisa vascaína.

O Gigante da Colina permanece na liderança do Grupo B, com 15 pontos. O Friburguense - que teve dois jogadores expulsos: Cadão e Bidu - segue com quatro pontos. Na próxima rodada, o Vasco encara o Resende, também no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, às 18h30m. O Frizão pega o América, no estádio Eduardo Guinle, às 16h. Ambos os jogos estão marcados para a próxima quinta-feira.

Dodô abre o marcador em bela cobrança de falta


Diferentemente dos dois últimos jogos, contra Botafogo e Macaé, em que abriu o marcador logo nos primeiros minutos, o Vasco teve dificuldades na etapa inicial. E foi o Friburguense que teve as primeiras chances de abrir o placar. Na primeira, aos quatro, Miguel aproveitou cruzamento e acerto um belo voleiro. Fernando Prass foi obrigado a se esticar para espalmar a escanteio.

Um minuto depois, após cobrança de escanteio, Cadão subiu mais do que a zaga do Vasco e acertou uma forte cabeçada. A bola passou à esquerda do gol cruzmaltino. Aos 15, Carlos Alberto quase marcou um golaço de falta. A bola triscou a trave direita de Prass. A resposta vascaína veio na sequência. Philippe Coutinho chutou de fora da área e errou o gol de Marcos por muito pouco.

Aos 22, O Friburguense voltou a assustar. Carlos Alberto arriscou de fora da área, e Fernando Prass defendeu no meio do gol. Coutinho teve outra oportunidade, aos 29, para dar tranquilidade ao time da Colina. O garoto passou por um defensor, entrou na área e soltou a bomba, mas a bola passou rente à trave esquerda de Marcos.

O lance, no entanto, acordou o Vasco, que passou a jogar melhor. Aos 32, Dodô recebeu ótimo passe de Magno e chutou para fora. Já no fim da etapa inicial, aos 44, o Artilheiro dos gols bonitos aproveitou uma cobrança de falta na entrada da área para abrir o marcador. O goleiro Marcos, que pulou um pouco atrsado, ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o primeiro gol do Gigante.

Dodô faz mais dois na etapa final e já é um dos artilheiros do Carioca

O Vasco iniciou o segundo tempo com o mesmo marasmo que começou a partida. Enquanto o Friburguense tinha mais posse de bola, a equipe da Capital pecava pelos sucessivos erros de passe. Aos 14 minutos, Bidu fez falta dura em Rafael Carioca na entrada da área. Como já tinha recebido o amarelo no primeiro tempo, o volante foi expulso pelo árbitro João Batista de Arruda. Na cobrança, Dodô errou o alvo, e a bola passou à esquerda do gol de Marcos.

A partida caiu de qualidade e só foi ter um lance de perigo aos 22. Mas Nilton não aproveitou, cobrando falta em cima da barreira. Aos 30, Souza fez um ótimo lançamento para Elder Granja. O lateral-direito invadiu a área e soltou a bomba para ótima defesa de Marcos, que espalmou para escanteio.

Um minuto depois, Robinho, em ótima jogada indivudal, arriscou de fora da área. Marcos defendeu em dois tempos. Aos 36 foi a vez de Philippe Coutinho. O apoiador passou por um defensor e soltou a bomba. O goleiro voltou a entrar em ação e defendeu com tranquilidade.

A partir daí, o torcedor que foi ao Raulino de Oliveira viu um show de Dodô. Aos 38, o atacante aproveitou cruzamento de Robinho e deslocou o goleiro Marcos para marcar, de cabeça, o segundo gol vascaíno. Quatro minutos depois, em um contra-ataque rápido, Márcio Careca avançou pelo lado esquerdo e rolou para o Artilheiro dos gols bonitos, que só teve o trabalho de empurrar para as redes do Friburguense: 3 a 0.

Aos 43, por reclamação, o zagueiro Cadão foi expulso pelo árbitro. No fim, nova festa da torcida vascaína, que viu o seu time chegar aos 16 gols em cinco jogos no Campeonato Carioca.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Pesquisa de Ministério vai investigar saúde e nutrição de crianças até 6 anos

Visitas domiciliares começam no próximo dia 29

Polícia

Dois são presos por estupro de criança em Coxim

Os abusos teriam ocorrido na última semana

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo