X
Esportes

Estevam Soares minimiza dificuldade com idioma no Botafogo (RJ)

Com a chegada de "Loco" Abreu e Herrera, além da possível vinda de Ortigoza ou Perea, o sotaque do Botafogo será carregado no castelhano. O treinador Estevam Soares, porém, minimiza o problema e acredita que não terá dificuldade para passar o seu recado.


"Meu portunhol no Equador foi horrível. Mas o Loco já jogou no Brasil e Herrera já está aqui há dois anos. Se bobear, fala mais português do que vocês. Esses caras aí são malandros", disse, aos risos. O meia Diguinho também segue o discurso do treinador. Apesar de ter tido pouco contato com Loco Abreu e Herrera, o meia garante que dá para entender a mensagem.


"Eles falam meio embolado, mas dá para entender legal", afirmou. Na apresentação, na última quarta-feira, o uruguaio Sebástian "Loco" Abreu pediu desculpas aos presentes por não falar bem português e concedeu praticamente toda a entrevista em espanhol. Já o argentino Herrera, no pouco que falou, mostrou ter boa desenvoltura no idioma local.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Governo de MS vai reformar no Hemocentro Regional de Dourados

Investimento é de R$ 2,8 milhões

Saúde

Hemosul convoca doadores de sangue neste fim de semana

Ação visa abastecer estoque de tipagens

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo