X
Esportes

Mão de Henry garante presença de todos os gigantes do futebol mundial na Copa

Os jogos de quarta-feira apontaram os últimos dos 32 classificados para a Copa do Mundo de 2010. França e Uruguai, únicos campeões mundiais que ainda corriam risco de ficar fora da festa, garantiram suas vagas ao eliminarem Irlanda e Costa Rica, respectivamente, em confrontos de repescagem.


A tarefa dos franceses foi bem complicada: Les Bleus perderam em casa para a Irlanda e precisaram ir à prorrogação. Foi aí que Henry apareceu. Com um toque de mão, o francês evitou a saída de bola e cruzou para Gallas empatar a partida e garantir a classificação.



O Uruguai também sofreu. A Celeste precisava empatar em casa com a Costa Rica, e foi só isso o que conseguiu (1 a 1).


Confira abaixo os detalhes sobre os 32 classificados e as maiores ausências da Copa do Mundo da África do Sul. O sorteio dos grupos acontece em 4 de dezembro, na Cidade do Cabo.


América do Sul


Classificados: Brasil, Chile, Paraguai, Argentina e Uruguai


Brasil e Argentina, os dois gigantes do continente, viveram situações bem distintas ao longo das eliminatórias. Enquanto os brasileiros se classificaram com duas rodadas de antecipação e terminaram em primeiro lugar, os hermanos trocaram de técnico no meio do caminho (Alfio Basile deu lugar a Maradona) e sofreram até a última rodada para carimbar o passaporte rumo à África do Sul.


Chile e Paraguai, com campanhas sólidas, asseguraram as duas outras vagas diretas sul-americanas. O quinto representante do continente é o Uruguai, que sofreu, mas conseguiu ir à repescagem e, depois de superar a Costa Rica, também se classificou.


Europa


Classificados: Dinamarca, Suíça, Eslováquia, Alemanha, Espanha, Inglaterra, Sérvia, Itália, Holanda, Grécia, Eslovênia, Portugal e França.


Vida tranquila para Inglaterra, Itália, Espanha, Holanda e Alemanha nas eliminatórias. Favoritos em qualquer competição, os países garantiram suas vagas ainda antes da última rodada. França e Portugal precisaram sofrer na repescagem, mas conseguiram classificação.


Dinamarca, Suíça e Eslováquia surpreenderam ao terminarem em primeiro em seus grupos. Os três países conseguiram vagas diretas e acabaram por deixar fora seleções como Suécia e Turquia, que já fizeram boas campanhas em copas passadas. A Eslovênia pode ser considerada uma das maiores zebras, ao eliminar a Rússia na repescagem. E a Grécia, que bateu a Ucrânia dentro de Donetsk, também vai dar as caras na África do Sul.


Américas do Norte e Central


Classificados: Estados Unidos, México e Honduras


Apesar de um começo vacilante sob a direção de Sven Goran-Eriksson, a seleção mexicana, depois de demitir o sueco, recuperou-se nas eliminatórias e garantiu sua vaga na Copa do Mundo ainda antes da última rodada do hexagonal final. Os Estados Unidos, outra potência do continente, fizeram campanha de regularidade e se classificaram sem maiores sustos.


A grande surpresa da região ficou por conta de Honduras, que tomou a terceira vaga da Costa Rica. Sob o comando de René Simões, os costa-riquenhos acabaram fora da Copa depois de perderem a disputa na repescagem para o Uruguai.


África


Classificados: Gana, Costa do Marfim, Nigéria, Camarões, Argélia e África do Sul (sede)


Não houve espaço para o brilho de seleções de pouca tradição e os principais gigantes africanos estarão na Copa do Mundo de 2010. Gana e Costa do Marfim lideram sem maiores problemas seus grupos nas eliminatórias. Camarões teve trabalho com o Gabão, mas também garantiu sua vaga. A Nigéria chegou à última rodada precisando vencer e ainda torcer por um tropeço da Tunísia diante de Moçambique. No fim das contas, tudo deu certo para os nigerianos, que vão à sua quarta Copa do Mundo (só ficaram fora em 2006 desde 1994).


A exceção ficou por conta do Egito. Atual e maior campeão africano da história, o país travou um duelo contra a Argélia no Grupo C das eliminatórias que só foi decidido num jogo extra, em campo neutro (no Sudão). Melhor para os argelinos, que venceram por 1 a 0 (assista ao vídeo) e voltarão a disputar uma Copa após 24 anos. Completa o grupo de representantes africanos a anfitriã África do Sul.


Ásia


Classificados: Japão, Austrália, Coreia do Sul e Coreia do Norte


Em sua primeira participação nas eliminatórias asiáticas (até a Copa anterior disputava a classificatória da Oceania), a Austrália se mostrou soberana e se classificou com sobras no Grupo 1. O Japão, cinco pontos atrás, ficou com a segunda vaga sem grandes preocupações.


No Grupo 2, a Coreia do Sul confirmou seu favoritismo e arrebatou o primeiro lugar. A surpresa ficou por conta da irmã Coreia do Norte, que deixou para trás favoritos como Irã e Arábia Saudita para ficar com a segunda vaga. O Bahrein, depois de bater os sauditas numa "pré-repescagem", credenciou-se para jogar a repescagem contra a Nova Zelândia, campeã da Oceania, mas não foi feliz e ficou fora da Copa.


Oceania


Classificada: Nova Zelândia


A Nova Zelândia foi a campeã das eliminatórias do continente e se credenciou para a disputa da repescagem contra o Bahrein, quinto colocado da fase classificatória da Ásia. Após empate sem gols no Oriente Médio, os neo-zelandeses venceram o jogo de volta, em casa, por 1 a 0. A Nova Zelândia garantiu então sua vaga para a Copa, a primeira desde 1982.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Economia

MegaFeirão Serasa Desenrola é lançado com painel sobre Educação Financeira

O mutirão emergencial visa estimular a renegociação de dívidas, facilitando a vida de consumidores de todo o que país podem acessar ofertas especiais de várias formas, digitais ou presenciais

Educação

MEC publica portaria que regulamenta o Fies Social

Serão beneficiados pela portaria estudantes com renda familiar per capita de até meio salário mínimo cadastrados no CadÚnico

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo