X
Esportes

Minha mulher disse: vá e se divirta, diz Schumacher

Quando se aposentou no final de 2006, um dos motivos alegados pelo alemão Michael Schumacher era a chance de ficar mais próximo da mulher Corinna e dos filhos Gina-Marie e Mick.


No entanto, o heptacampeão mundial de Fórmula 1 se cansou da aposentadoria e aceitou o convite da Mercedes-Benz para ser um dos pilotos da antiga Brawn em 2010.


"Eu tive de resolver a minha situação pessoal antes. Corinna sempre quis me ver feliz e quando ela olhou para os meus olhos, e viu o brilho lá, ela não discutiu. Ela disse vá e se divirta", disse Schumacher.


Schumacher admitiu que a decisão de deixar a Ferrari, escuderia na qual conquistou cinco títulos mundiais e tinha contrato como consultor, não foi fácil.


"Não foi fácil deixar a Ferrari por estar lá há 14 anos. Não pensava em voltar a correr, mas essa foi uma combinação especial para mim. Se não fosse a Mercedes, eu não teria voltado", disse.


A relação entre Mercedes e Schumacher é antiga. Antes de correr na F1, o piloto competiu em competições de carros esportivos com a montadora e a mesma ajudou a pôr o então pupilo na categoria em 1991.


"Tentamos seriamente a sua contratação diversas vezes. Não aconteceu em 1995, 1998 e 2005. Estou contente que tenha acontecido agora em 2010", disse Norbert Haug, diretor esportivo da Mercedes, que tentou levar o piloto para a McLaren no passado.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cidades

Jovem é socorrido após ser mordido por queixada no Pantanal

Corpo de Bombeiros realizou resgate aéreo da vítima

Serviço

Servidores de Aquidauana participam de treinamento sobre 'Lei das Licitações'

Lei estabelece normas gerais de licitação e contratação para as administrações públicas

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo