X
Esportes

Por doping, Daiane dos Santos é suspensa por 5 meses

Decisão foi divulgada na manhã desta sexta-feira

Ginasta foi flagrada em um exame antidoping feito em julho do ano passado

A ginasta Daiane dos Santos foi considerada culpada da acusação de doping por furosemida. Na manhã desta sexta-feira, a Federação Internacional de Ginástica divulgou em seu site que a atleta ficará cinco meses afastada das competições.

Com a decisão, a brasileira ainda pode ter esperanças de ir aos Jogos Olímpicos de Londres em 2012, pois a punição foi menor do que seis meses, o que tiraria as chances da atleta.

O caso

A ginasta foi flagrada em um exame antidoping feito fora de competição, em julho do ano passado. O teste de Daiane, que treinava no Clube Pinheiros, apontou a presença da substância proibida furosemida, usada para controlar o peso (diurético). No dia 30 de outubro, o resultado foi divulgado e o caso repercutiu imediatamente em todo o Brasil.

Na ocasião, o coordenador da ginástica do Pinheiros, Raimundo Blanco, admitiu estranheza sobre a possibilidade de Daiane ter utilizado uma substância proibida. "Não entendo. Ela não teria motivo para usar essa substância pois está em fase de recuperação, sem estar competindo", limitou-se a dizer Raimundo.

A defesa

O advogado de Daiane, Cristiano Caus, pretendia absolver sua cliente baseado no artigo 10.4 das normas antidoping da entidade máxima da ginástica mundial. O argumento foi que a atleta teria feito uso de um remédio com substância proibida (no caso a furosemida) "em um tratamento estético, e não para ter vantagem nas competições".

Daiane dos Santos foi campeã na prova do solo no Mundial de Anahein, em 2003, nos Estados Unidos. A última participação da atleta em competições oficiais aconteceu no dia 16 de agosto de 2008, durante os Jogos Olímpicos de Pequim.

O que diz o artigo 10.4

A eliminação ou redução de um período de suspensão pode ocorrer caso o ginasta prove que a substância encontrada não era para ganhos esportivos ou para mascarar o uso de outras substâncias. Caso obtenha sucesso, a punição pode ser apenas uma advertência. Tal recurso só é possível quando o atleta é flagrado pela primeira vez.

A Furosemida

A substância furosemida é um diurético proibido pela Agência Mundial Antidoping (Wada, em inglês), pois a mesma pode ser utilizada para mascarar o consumo de outras substâncias dopantes. Além disso, também pode ser empregada para a redução de peso, em decorrência da perda de água no organismo.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Educação

MEC divulga resultado da segunda chamada do Prouni

Lista de pré-selecionados atrasou quatro dias

Economia

Mega-Sena pode pagar R$ 185 milhões neste sábado

Apostas podem ser feitas até as 19 horas, no horário de Brasília

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo