X
Eventos

Cia de Artes apresenta Um pouco de nós no domingo


A Cia de Artes da Universidade Anhanguera-Uniderp apresenta no domingo (29) o espetáculo Um pouco de nós. "Neste espetáculo vamos mostrar quatro trabalhos que refletem a diversidade da companhia e sua constante busca pelo aperfeiçoamento técnico artístico na arte de dançar", destaca a diretora da Cia de Artes, professora Maria Helena Pettengill.


Dançando nossa terra é o trabalho elaborado com musicais regionais. "A valorização da cultura regional sempre foi o ponto culminante da companhia e foi o que sempre nos proporcionou oportunidades de apresentações dentro e fora de Mato Grosso do Sul", explica Maria Helena. As coreografias foram montadas, tendo como fundo musical canções de Geraldo e Tetê Espíndola e do grupo Acaba.


Aliando dança e responsabilidade social, a Cia de Artes vai apresentar o trabalho Feminino. "Trata-se de apresentação de dança contemporânea onde é ressaltada a importância do autoexame para prevenção do câncer de mama. Nosso objetivo é provocar uma reflexão sobre essa doença que afeta muitas mulheres", ressalta Pettengill.


Obras de Villa Lobos, Sérgio Mendes, Batucada Brasileira e Cordel do Fogo Encantado serviram de inspiração para o trabalho Filhos da Pátria. Com coreografia de Sonia Rolon, que também é responsável pela coordenação e direção artística da Cia de Artes da Universidade, nesta parte do espetáculo serão unidos dança e teatro. "Teremos a dança e o teatro, com um toque de bom humor, para contar um pouco sobre a memória corporal impregnada no brasileiro através de ritmos como samba e forró", pontua Sônia.


O quarto trabalho é intitulado Tangando que traz coreografia de Diógenes Antônio e músicas de Astor Piazzolla. Considerado o compositor mais importante de tango no século 20, Piazzolla fez inovações no ritmo, no timbre e na harmonia do tango e por isso foi muito criticado pelos mais tradicionalistas. "Nesta parte do espetáculo, vamos fazer uma releitura do tango utilizando linguagem da dança contemporânea", pontua Maria Helena.


Ficha técnica - Um pouco de nós tem duração aproximada de uma hora e traz no elenco os bailarinos: Amanda Migliolli, Fernanda Charbel Sontag, Hamily Christie Júlio, Marcelo Oliveira, Narayana de Matos Rodrigues, Nathália Mesquita, Priscilla Alves Melli, Rosângela Luppi, Ted Orloff e Ulisses Moraes Nogueira. A direção artística é das professoras Maria Helena Pettengill e Sônia Rolon. A produção executiva e iluminação de Maria Helena Pettengill, coreografia, de Sônia Rolon e Diógenes Antônio, confecção de figurinos de Jane Rosa Almeida e sonoplastia de Victor Pettengill Fernandes.


O espetáculo poderá ser conferido no domingo (29), às 20h30min, no teatro Aracy Balabanian, localizado na Rua 26 de agosto, no centro da Capital. A entrada é franca.


A Cia de Artes - Com o objetivo de promover o desenvolvimento da arte e da dança, oferecer condições de trabalho aos bailarinos e proporcionar a população o acesso à cultura, em setembro de 2000 foi criada a Cia de Artes da Universidade Anhanguera-Uniderp. A primeira apresentação aconteceu em outubro de 2000, em um evento promovido pelo Rotary. "Nesse ano completamos nove anos de atividades", lembra Maria Helena Pettengill, uma das coordenadoras da Cia.


A frente do projeto com Maria Helena, está a professora Sonia Rolon. A companhia é composta por bailarinos profissionais e acadêmicos da instituição. "Hoje estamos com acadêmicos de Direito e Educação Física. Já tivemos estudantes de outros cursos como Arquitetura e Urbanismo, por exemplo. Temos um corpo de bailarinos permanente. Por ano saem no máximo três pessoas, mais por problemas pessoais, pelo fato de não conseguir mais conciliar os ensaios com o trabalho", pontua Maria Helena.


Atualmente a companhia conta com dez bailarinos, segundo a professora Maria Helena já passaram pela história da companhia aproximadamente 25 bailarinos. "Para ser bailarino da companhia tem que ter compromisso. Ensaiamos três vezes na semana e excepcionalmente, quando temos apresentações nos finais de semana também", conta Maria Helena sobre a rotina das atividades da Cia.


Trajetória - Por ano a Companhia de Artes faz em média 30 apresentações e nesses nove anos de história, algumas se destacam como as mais marcantes. Maria Helena relembra algumas.


"Em janeiro de 2003, a companhia se apresentou ao lado do grupo Chalana de Prata na cerimônia de posse do atual presidente da República. Fomos o grupo que representou o Estado de Mato Grosso do Sul e essa apresentação foi muito importante", pontua Pettengill. No ano de 2006 a Cia de Artes participou da 3ª Mostra de Dança, em Cuiabá, Mato Grosso. Na ocasião foram apresentados três trabalhos: Idas e Vindas; Cunhataiporã e Nossos Campos têm Mais flores...


Escolhida pelos sul-mato-grossenses, a Cia de Artes da Universidade foi um dos representantes de MS no Salão de Turismo.O evento nacional aconteceu de 18 a 22 de junho de 2008 em São Paulo. Além da Cia, também participou o duo Filho dos Livres e a dupla Tostão e Guarany. Imagem / Divulgação

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Abandono

Crueldade: filhotes são abandonados no bairro São Francisco

Protetores independentes pedem ajuda para que cachorros sobrevivam

Economia

Gás de cozinha apresenta variação de até 31,58% na Capital

Revenda varia de R$ 95 e R$ 125 no botijão de 13 kg

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo