28 de janeiro de 2021
Anuncie Aqui
-->
Eventos

Cine Brasil reinicia exibições na semana que vem

15 JAN 2008 - 14h58min
assessoria de comunicação

Janeiro é mês de cinema em Campo Grande. Além do Festival de Cinema no CineCultura e da programação especial voltada para a área no Museu da Imagem e do Som, a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul dá seguimento ao "Cine Brasil - Curtas e Longas no Centro". O projeto exibe filmes e vídeos gratuitamente no Centro Cultural José Octávio Guizzo, durante uma semana em cada mês. A exibição se repete em dois horários: ao 12h30 e às 18h30.


Na segunda-feira (22), serão exibidas animações para adultos, com títulos premiados no circuito de festivais e de expressiva exibição pela internet. O interesse do público adulto pelo gênero da animação, suscitado inicialmente por trabalhos estrangeiros exibidos nas salas de cinema e televisão, chega agora também à produção nacional. "Onde Andará Petrucio Felker?" (RJ/2001/cor/13'- Animação), dirigido por Allan Sieber, conta a conturbada trajetória do artista plástico performático Petrucio Felker por meio de diversos depoimentos. Já em "Conjunto Residencial" (SP/2005/cor/5'- Animação), dirigido por Adams Carvalho e Olívia Brenga, numa tediosa noite de sábado, um morador de um prédio residencial decide fixar um trampolim na janela de seu quarto. "Engolervilha" (RJ/2003/cor/8'- Animação), dirigido por Marão, é um trabalho coletivo composto por vinhetas bizarras ou escatológicas. "Pense no que uma ervilha pode sugerir numa animação: verdinha, marronzinha... O Sórdido, o escatológico e o grotesco. Ervilhas, urina e galináceas", apresentam os produtores. Classificação para todas as animações: 16 anos.


No dia 23, os espectadores poderão conhecer "Estorvo" (Brasil - Cuba/1998/cor/95'- Ficção), adaptação do romance homônimo de Chico Buarque, com adaptação, roteiro e direção de Ruy Guerra. O filme assinala uma ruptura com a linguagem hegemônica do cinema brasileiro dos anos 90. Por meio de uma estrutura circular, subjetiva, pautada pela dissolução do espaço e do tempo, narra o pesadelo existencialista de um personagem à deriva, sem perspectivas, a caminho da marginalidade. "Estorvo" reproduz o pesadelo existencialista de um personagem anônimo que vaga por uma grande cidade contemporânea. Depois de uma noite mal dormida, o protagonista acorda com a campainha da porta tocando insistentemente. Pelo olho mágico, vê um desconhecido de terno e gravata, barba e cabelos longos, que lhe lembra alguém que não consegue identificar. Não sabe por que aquele homem está ali nem o que pode querer, mas tem uma certeza imediata: ele representa uma ameaça para sua vida. E assim se inicia uma alucinante perseguição através da cidade.  


Antes de Estorvo, será exibido "Acossada" (RJ/2006/pb/7'- Ficção), de Karen Akerman e Karen Black, filme que ironiza o batizado "cinema da retomada" nacional, gerado na década de 90, através de uma releitura de Acossado, clássico de Jean-Luc Godard. Francesinha perdida no Rio de Janeiro depara-se com mafiosos do cinema nacional. Quem poderá salvá-la? Classificação: 18 anos.


Na quinta-feira (24), serão exibidos "Cafuné" e "Mina de Fé". Primeiro longa-metragem de Bruno Vianna, "Cafuné" (RJ/2006/cor/73'- Ficção) trata de jovens de origens sociais distintas, iniciando a vida adulta na cidade do Rio de Janeiro. O filme dá continuidade a uma seqüência de curtas do diretor ligados às questões sociais do país, e foi o primeiro filme brasileiro a aproveitar os avanços tecnológicos para fazer uma distribuição com versões alternativas. "Cafuné" conta a história do amor entre dois jovens de diferentes classes sociais, Marquinhos, morador da Favela da Rocinha, e Débora, uma jovem da classe média alta. Já o curta-metragem "Mina de Fé" (RJ/2004/cor/15'- Ficção), de Luciana Bezerra, foi rodado no Morro do Vidigal, com elenco e equipe integral do Nós do Morro. O filme narra a história do amor vivido por dois jovens, Silvana e Maninho, chefe do tráfico da favela em que moram. Classificação: 16 anos.


Na sexta-feira (25), o Cine Brasil vai trazer "O Cavalinho Azul" (RJ/1994/cor/94'- Ficção), filme em longa metragem de Eduardo Escorel. A obra de Escorel, realizada em 1984, já é considerada um clássico do cinema infantil, baseada na peça homônima, escrita pela teatróloga infantil Maria Clara Machado. Sinopse: Era uma vez um menino, chamado Vicente, que tinha um cavalo - para seus pais, um velho pangaré marrom, bem feio e magro; para Vicente, um lindo cavalo azul. Passando dificuldades, os pais vendem o pangaré para comprar mantimentos. Recuperar ser cavalinho azul é a missão e a aventura de Vicente. Classificação livre.


O Centro Cultural José Octávio Guizzo fica na rua 26 de Agosto, 453. M ais informações pelo telefone 3317-1792 de terça a sábado das 8h às 22h e domingo das 8h às 13h.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Após divulgar notas de falecimento na cidade, dona Vicentina gravou a divulgação da própria morte

2
Geral

Aquidauana amanhece sem serviços de telefonia móvel da claro

3
Policial

PRF apreende cerca de R$ 3 milhões escondidos com passageiro de ônibus em MS

4
Anastácio

Anastácio registra morte de idosa de 70 anos por coronavírus

Vídeos

Após chuvas, árvore cai em cima do telhado de residência em Corumbá

Com período chuvoso intenso, rio Aquidauana sobe e chega a 5 metros

Após acidente de trânsito envolvendo carro e moto, vítima é levada para pronto socorro

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min24 max34

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.
min24 max34

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
5,64m
Miranda
7,46m
Paraguai
1,26cm

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

A...

Mariana Thomé

Corrupção nas empresas: o que o compliance tem a ofer...

Raquel Anderson

Dialeto caipira, uma maravilha!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Studio e Gravações

Alternativa Studio

Pandia Calogeras, s/n Centro - 79200000 Anastácio/MS (67) 8115 8680
Pousadas

Pousada Recanto das Emas

Estrada da Barra Mansa, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-6180 / 998
Advocacia

Dr. Jair dos Santos Pelicioni / Dr. Jonas Marinho Pelicioni

Rua Manoel Aureliano da Costa, 634 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-6226 / 812
Ver Mais
Fale com a redação