25 de setembro de 2020
Anuncie Aqui
-->
Eventos

Exposição leva arte popular pantaneira à Casa do Artesão

22 AGO 2007 - 13h28min
assessoria de comunicação

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) inaugura nesta
quarta-feira (22), às 15h, a exposição "Arte Popular Pantaneira", que
reúne peças em cerâmica com motivos religiosos e da fauna e flora
pantaneiras.


Os trabalhos, em exposição na Galeria Abílio Antunes, da Casa do Artesão, em Campo Grande, foram confeccionados pelos irmãos Edílson Pinto Oliveira e Denílson Pinto Oliveira, Everaldo Paes Munhóis e Oscar Luiz Romero.


Nascido em 1974, em Corumbá, Denílson Oliveira começou o ofício de artesão com 13 anos. Interessou-se pelo artesanato nas visitas freqüentes à Casa do Artesão de Corumbá, onde surgiu a curiosidade de descobrir como transformar a cerâmica em arte. Incentivado por um funcionário da Casa, Denílson começou a participar das atividades na Associação Massa Barro, criando pássaros e outros bichos do Pantanal, além de imagens de santos.


Em época de carnaval, ele desenvolve também esculturas em isopor para as alegorias, com bichos e imagens diversas e de tamanhos variados. Seu artesanato é comercializado na Casa do Artesão de Campo Grande, cidade onde reside há sete anos.


A história de Denílson influenciou seu irmão mais novo, Edílson Oliveira, nascido em 1978, também em Corumbá. Edílson Oliveira iniciou-se no artesanato com 14 anos, observando seu irmão já artesão. Encantado com a maneira com que Denílson trabalhava e moldava a argila, sempre lhe ajudava e queria aprender a técnica.


Na Associação Massa Barro, aprendeu a aprimorar e desenvolver os trabalhos em cerâmica, criando peças que também retratam santos e bichos do Pantanal.


Everaldo Paes Munhóis é outro corumbaense que começou a desenvolver a cerâmica a partir de cursos na Associação Massa Barro. Everaldo já conta vinte e três anos de experiência e hoje ensina o ofício ao filho de nove anos. Ele trabalha sozinho, produzindo santos e bichos do Pantanal em cerâmica, cerca de 200 peças por mês.


Oscar Luiz Romero, por sua vez, nasceu em Ponta Porã, em 1962. Começou a desenvolver modelagem em biscuit. Posteriormente, foi convidado a desenvolver trabalhos com argila. Há três anos produz peças em cerâmica que retratam principalmente animais do Pantanal.


A exposição vai até 17 de setembro e pode ser visitada de segunda a
sexta-feira, das 8h às 18h e aos sábados, das 8h às 12h. Mais informações podem ser obtidas na Casa do Artesão, localizada na Avenida Calógeras, nº 2050, Centro. Os telefones são: 67 3383-2633 e 3316-9107.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Anastaciana com câncer recém descoberto morre em virtude da doença

2
Aquidauana

"Empoderamento já nasceu comigo" destaca Carine após fotos sensuais

3
Anastácio

Fora da lista de irregulares, Douglas Figueiredo é candidato a prefeito de Anastácio

4
Policial

Homem tenta defender amiga do ex e acaba com faca cravada no corpo

Vídeos

Incêndio de grandes proporções consumiu atacadista, em Campo Grande

Em mais um acidente na MS-450, bombeiros resgatam vítima das ferragens

Onça-parda é flagrada 'passeando' por bairro e assusta moradores

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min24 max39

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min24 max39

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,93m
Miranda
1,68m
Paraguai
1,01m

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"...MISTERIOSO CHEIRO..."

Valdemir Gomes

Transformando a Natureza

Flavia Rohdt

Aldravia 25 #PantanalemChamas

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Farmácias e Drogarias

Drogaria Star

Manoel Antonio Paes de Barros, 360 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3394
Escolas Municipais

Escola Municipal Pólo Pantaneira

Fazenda Taboco, Fazenda Taboco - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Hotéis

Hotel Santa Izabel

Rua Manoel Aureliano da Costa, 674 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3214 / Fax
Ver Mais
Fale com a redação