02 de agosto de 2021
Anuncie Aqui
Eventos

Exposição leva arte popular pantaneira à Casa do Artesão

22 AGO 2007 - 13h28min
assessoria de comunicação

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) inaugura nesta
quarta-feira (22), às 15h, a exposição "Arte Popular Pantaneira", que
reúne peças em cerâmica com motivos religiosos e da fauna e flora
pantaneiras.

Campanha Supermercado Atlântico_Segunda 02

Os trabalhos, em exposição na Galeria Abílio Antunes, da Casa do Artesão, em Campo Grande, foram confeccionados pelos irmãos Edílson Pinto Oliveira e Denílson Pinto Oliveira, Everaldo Paes Munhóis e Oscar Luiz Romero.


Nascido em 1974, em Corumbá, Denílson Oliveira começou o ofício de artesão com 13 anos. Interessou-se pelo artesanato nas visitas freqüentes à Casa do Artesão de Corumbá, onde surgiu a curiosidade de descobrir como transformar a cerâmica em arte. Incentivado por um funcionário da Casa, Denílson começou a participar das atividades na Associação Massa Barro, criando pássaros e outros bichos do Pantanal, além de imagens de santos.


Em época de carnaval, ele desenvolve também esculturas em isopor para as alegorias, com bichos e imagens diversas e de tamanhos variados. Seu artesanato é comercializado na Casa do Artesão de Campo Grande, cidade onde reside há sete anos.


A história de Denílson influenciou seu irmão mais novo, Edílson Oliveira, nascido em 1978, também em Corumbá. Edílson Oliveira iniciou-se no artesanato com 14 anos, observando seu irmão já artesão. Encantado com a maneira com que Denílson trabalhava e moldava a argila, sempre lhe ajudava e queria aprender a técnica.


Na Associação Massa Barro, aprendeu a aprimorar e desenvolver os trabalhos em cerâmica, criando peças que também retratam santos e bichos do Pantanal.


Everaldo Paes Munhóis é outro corumbaense que começou a desenvolver a cerâmica a partir de cursos na Associação Massa Barro. Everaldo já conta vinte e três anos de experiência e hoje ensina o ofício ao filho de nove anos. Ele trabalha sozinho, produzindo santos e bichos do Pantanal em cerâmica, cerca de 200 peças por mês.


Oscar Luiz Romero, por sua vez, nasceu em Ponta Porã, em 1962. Começou a desenvolver modelagem em biscuit. Posteriormente, foi convidado a desenvolver trabalhos com argila. Há três anos produz peças em cerâmica que retratam principalmente animais do Pantanal.


A exposição vai até 17 de setembro e pode ser visitada de segunda a
sexta-feira, das 8h às 18h e aos sábados, das 8h às 12h. Mais informações podem ser obtidas na Casa do Artesão, localizada na Avenida Calógeras, nº 2050, Centro. Os telefones são: 67 3383-2633 e 3316-9107.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Operação Arrastão realiza prisões e apreensão de arma neste sábado

2
Geral

Aos 60 anos, morre dona Maria do Jacaré

3
Aquidauana

Carro é abandonado após cair em barranco na entrada de Aquidauana

4
Miranda

Polícia Federal prende homem com 7 kg de droga em Miranda

Informe Publicitário

Informe

De barraca a supermercado, poema conta história da Rede Atlântico

Previsão do Tempo

min15 max31

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min15 max31

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,88m
Miranda
1,70m
Paraguai
1,00m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Quando...

Rosildo Barcellos

Aruanã Etô – É o lugar das máscaras !

Gabriel Novis Neves

A GRATIDÃO TAMBÉM É VIRTUDE ETERNA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Pesqueiros

Pousada Cachoeira do Campo

Acesso a Camisão por terra, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3383-2972
Escolas Estaduais

Escola Estadual Dóris Mendes Trindade

M.Guerreiro, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 1087
Telefones Úteis

Delegacia da Mulher

Luis da Costa Gomes, 555 Cidade Nova - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-1172
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo