22 de junho de 2021
Anuncie Aqui
-->
Eventos

Fagner, O Rappa, Djavan no Festival da América do Sul

26 ABR 2008 - 13h18min
midia max news

Fagner e O Rappa se apresentam juntos com outros peso pesados da música brasileira como Zélia Duncan, Djavan e Neguinho da Beija-Flor na 5ª edição do Festival da América do Sul que acontece de quarta-feira (30 de abril) a domingo (4 de maio) em Corumbá (lugar distante na língua indígena), cidade distante a 417 quilômetros da Capital.

Campanha Supermercado Atlântico_Terça 02

Os patrocinadores ainda não revelaram quanto em cifras foi o investimento cultural. Segundo a assessoria do Governo do Estado, são pelo menos 7 patrocinadores que ainda definem o montante de participação de cada um no Festival.


Serão cinco dias de avalanche de poesia, cinema, artes plásticas, teatro, artesanato, dança e música.


A edição do espetáculo cultural que acontece na fronteira com a Bolívia terá abertura no dia 30 de abril com queimas de fogos na Avenida General Ponce. A entrada para os shows custará R$ 12,00 e estudantes pagarão meia-entrada (R$ 6,00).


A primeira atração musical ficará por conta de Fagner que se apresentará no Pavilhão do Porto, onde será instalada a Grande Tenda. Na quinta-feira, dia 1º de maio, é a vez do O Rappa. Djavan se apresenta no dia seguinte, sexta-feira (2). O sábado e domingo ficam por conta, respectivamente, de Zélia Duncan e Neguinho da Beija-Flor, que fará apresentação no palco da General Ponde.


O pavilhão dos países foi estruturado na praça Generoso Ponce - área de 800 metros quadrados - com stands sul americanos interligados. O Clube Corumbaense será palco para palestras e lançamentos de livros no "Quebra Torto com Letras".


Além disso, toda a área do pavilhão do porto passou por uma limpeza. O local foi climatizado.


Brasil/Bolívia


O Festival da América do Sul deverá contar também com poetas estudantis brasileiros e bolivianos. As escolas escolheram as melhores poesias, redações e desenhos e quadrinhos no concurso "Soy Loco Por Ti América".


O concurso é destinado a alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio das escolas públicas e privadas de Corumbá, Ladário, e das cidades bolivianas de Puerto Suarez e Puerto Quijarro. Este ano os trabalhos tiveram o tema "A Redescoberta da América".


Corumbá


A cidade de Corumbá é conhecida como o "Portal do Pantanal" e está localizada no extremo Oeste do Estado, na fronteira com a Bolívia. Corumbá está à margem direita do Rio Paraguai e 70% de sua área encontra-se no pantanal sul-mato-grossense.


Corumbá foi fundada em 21 de setembro de 1778, possui atualmente cerca de 100 mil habitantes. O acesso à cidade pode ocorrer através de rodovia pavimentada (BR262), pelo seu aeroporto internacional ou pelo Rio Paraguai.


História


A cidade foi palco da Guerra da Tríplice Aliança, quando o Brasil se juntou à Argentina e ao Uruguai para juntos derrotarem o Paraguai. Corumbá foi ocupada pelas tropas paraguaias durante dois anos (1865 a 1867). A praça da República, no centro, foi o palco da última batalha, quando o governo brasileiro reagiu e conseguiu expulsar os invasores.


Consta ainda na rica história da cidade com influência forte dos espanhóis, que ela foi construída por encomenda do governo português, com a intenção de evitar a invasão espanhola em terras brasileiras. Em 1778, foi inaugurado o arraial Nossa Senhora da Conceição de Albuquerque. Mais tarde, passou a se chamar Corumbá --como os índios locais chamavam a região.


Foi a abertura dos portos brasileiros e a chegada do comércio junto a outros países latino-americanos que a cidade branca (terra calcária) chegou a ter o terceiro maior porto da América Latina, o que durou até cerca de 1930. O comércio ferroviário iniciou-se na década de 1950 e a partir daí o feito pelas águas do Rio Paraguai começou a declinar.


Hoje, as fontes de renda da cidade são turismo e comércio, além de pecuária e mineração. Corumbá é o segundo maior município do Brasil, com 65 mil quilômetros quadrados e envolve cerca de 35% da área total do Pantanal.


Casario do Porto


O Casario do Porto, em frente ao cais, é o maior conjunto preservado de prédios e casarões históricos. São cerca de 80 imóveis do século 19, com influência da arquitetura européia, tombados pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), além de mais 700 imóveis com possibilidade de tombamento.


Na fronteira com a Bolívia, os visitantes do Festival da América do Sul poderão comprar produtos importados e artesanato boliviano nas zonas francas de Puerto Suarez e Puerto Quijarro.


Serviço: http://www.festivalamericadosul.com.br

 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Fogo em caixa eletrônico no Atlântico Super Center é controlado

2
Geral

Padaria & Conveniência Dois Irmãos está atendendo em novo local; saiba onde

3
Charges

Relojeiro do Mercadão, Wilson morre em Aquidauana por complicações da covid-19

4
Aquidauana

"Figurinhas carimbadas", por onde é que anda o famoso seu Birigui e a briguenta Velha da Chuva?

Informe Publicitário

Informe

View Energy garante economia de até 95% na sua conta de luz!

Previsão do Tempo

min17 max31

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min17 max31

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,20m
Miranda
3,39m
Paraguai
1,56m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Vou...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

PARTE XXI: AUTOESTIMA FEMININA: FORTIFICÁ-LA!

Gabriel Novis Neves

EDUCAÇÃO

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Hospitais/Postos de Saúde

Posto de Saúde da Santa Terezinha - Centro de Saúde Dr. Cláudio Fernando Estela

R. Carlos Ferreira Bandeira, s/nº Stª Terezinha - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4027
Pesqueiros

Pousada do Serrano

Piraputanga, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 99911336
Restaurantes

Pizza 10

Rua Deodoro Rondon, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 1010/2911
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo