24 de janeiro de 2021
Anuncie Aqui
-->
Violência Doméstica

Acolhimento às mulheres vítimas de violência é tema de campanha do MPMS

Lançamento da campanha "Estamos aqui para apoiar você" será nesta quarta-feira

24 NOV 2020 - 20h00min
Assessoria

“Estamos aqui para apoiar você” é a frase-chave da campanha do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul, que será lançada nesta quarta-feira (25/11) às 14 horas na Procuradoria-Geral de Justiça em Campo Grande. A iniciativa é realizada por meio do Centro de Apoio Operacional dos Direitos Constitucionais do Cidadão, Direitos Humanos e Pessoas com Deficiência e do Núcleo de Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (NEVID), em alusão aos “16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”.

A campanha, criada pela Assessoria de Comunicação do MPMS, contou com a colaboração de parceiros e fornecedores para a produção de cartazes, panfletos, “backbus”, “busdoors”, comerciais para rádio e televisão e posts nas redes sociais que estimulam as vítimas de relacionamentos abusivos a reconhecerem situações de violência e buscarem ajuda.

Em Campo Grande, a campanha será concentrada principalmente em regiões que, segundo os registros da 72ª Promotoria de Justiça, que atua na Casa da Mulher Brasileira, apresentam o maior índice de violência contra as mulheres, entre eles: Aero Rancho, Moreninhas, Tiradentes, Noroeste, Nova Lima, Nova Campo Grande, Regiões do Anhanduzinho e Imbirussu.

Organizada pela ONU Mulheres, os “16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres” é uma mobilização da sociedade civil e do poder público, engajados no enfrentamento a esta questão.

A campanha

A Campanha “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres” foi criada em 1991 por 23 feministas de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres (CWGL), localizado nos Estados Unidos. Trata-se de uma mobilização educativa e de massa que luta pela erradicação desse tipo de violência e pela garantia dos direitos humanos das mulheres.

O objetivo estratégico da campanha, no Brasil, é dar visibilidade às diversas formas de violência de gênero e doméstica contra as mulheres previstas na Lei Maria da Penha, como uma questão pública a ser enfrentada no âmbito dos direitos humanos e da luta por uma nova sociedade mais igualitária, sem opressão e exploração.

Serviços

A mulher que sofreu violência doméstica pode buscar ajuda e orientação na 72ª Promotoria de Justiça que funciona nas dependências da Casa da Mulher Brasileira, por meio do telefone (67) 3318-3970. As linhas de ônibus que passam em frente à Casa da Mulher são: 409, 413, 414, 415 e 421.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Motociclista morre ao ser atingido por caminhão

2
Policial

Professor acusado de estupro irá depor pela 1° vez na segunda

3
Aquidauana

Morre em Aquidauana o bombeiro aposentado, conhecido como Pastor Guto

4
Aquidauana

Salão Paroquial está preparado para abrigar famílias ribeirinhas

Vídeos

Após chuvas, árvore cai em cima do telhado de residência em Corumbá

Com período chuvoso intenso, rio Aquidauana sobe e chega a 5 metros

Após acidente de trânsito envolvendo carro e moto, vítima é levada para pronto socorro

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min22 max31

Aquidauana

Sol com muitas nuvens. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
min22 max31

Anastácio

Sol com muitas nuvens. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
7,84m
Miranda
4,05m
Paraguai
0,94cm

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Preciso...

Raquel Anderson

Dialeto caipira, uma maravilha!

Mariana Thomé

Corrupção: o mal que deve ser inibido e que impede o ...

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Telefones Úteis

Exercito Brasileiro - 9º Batalhão de Engenharia e Combate - 9º BEComb

Rua Duque de Caxias, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 1600
Transportes

Viação ANDORINHA

Rua Estevão Alves Corrêa, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2158/241 1
Auto Posto

Posto Jato

Av. Dr.Sabino, 161 Bairro Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2354 / 324
Ver Mais
Fale com a redação