X
Geral

Banco Central segue prevendo gasolina sem elevação em 2010

Ministro Mantega anunciou nesta quarta redução da Cide. BC também mantém previsão de preço estável para gás de cozinha.

O Banco Central manteve a previsão de que não haverá aumento no preço da gasolina em 2010, segundo a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), documento que foi divulgado nesta quinta-feira (4).

"Não obstante, a despeito da considerável incerteza inerente às previsões sobre a trajetória dos preços do petróleo, o cenário central de trabalho adotado pelo Copom prevê preços domésticos da gasolina inalterados em 2010", informou a autoridade monetária.

Em uma tentativa de conter o reajuste de cerca de 4% para a gasolina, por conta da redução da concentração de álcool de 25% para 20%, vigente desde o início deste mês, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta quarta-feira (3) redução da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), tributo incidente sobre a gasolina, de R$ 0,23 para R$ 0,15 por litro.

A medida vale a partir da próxima sexta-feira (5) e vai até o dia 30 de abril, período no qual o governo deixará de arrecadar R$ 91 milhões.

Gás de cozinha, energia elétrica e telefonia

O Copom também manteve a previsão de que o preço do gás de cozinha não sofrerá aumento no decorrer deste ano. Já as projeções de reajuste das tarifas de telefonia fixa e de eletricidade, para o acumulado em 2010, foram mantidas em 1,6% e 3,3%, respectivamente, informou o Banco Central.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Brasil tem mais de um milhão de casos de dengue este ano

Seis estados e o Distrito Federal decretaram situação de emergência

Economia

Petrobras iniciará venda de diesel verde em São Paulo no próximo mês

Combustível tem parcela de matéria-prima renovável

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo