X
Presídios

Biossegurança garantiu saúde e vínculo familiar aos detentos da Agepen

A ação contribuiu no combate à proliferação da doença entre os detentos

Agepen

A pandemia do novo coronavírus mudou os costumes dos brasileiros, e não foi diferente com os detentos da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen). Para que fossem garantidos, por exemplo a saúde o vínculo familiar, a agência adotou protocolos de biossegurança, respeitando o isolamento social dentro do sistema penitenciário. A ação contribuiu no combate à proliferação da doença entre os detentos.

O contato com familiares foi feito por meio de videoconferência. Até o mês de julho deste ano, já haviam sido realizadas 1.632 visitas virtuais, e já em agosto, quando o Instituto Ação pela Paz, doou 55 notebooks, este número saltou para 2.421 encontros.

Ao todo, foram oito meses de suspensão, inclusive das atividades de assistência religiosa e oficinas de trabalho dentro dos estabelecimentos penais. Para o retorno dos encontros presenciais, que teve início em novembro, uma série de adaptações foram realizadas.

De acordo com o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, a implantação dos encontros remotos contou com intensa colaboração dos servidores e contribuiu para um cumprimento de pena mais efetivo e ressocializador.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Emprego

Fundação de Saúde amplia para 142 vagas de enfermeiros para o Hospital Regional

Foi ampliado em mais 20 o quantitativo de vagas oferecidas no processo seletivo

Educação

MEC investe R$ 449,1 mi para infraestrutura da Rede Federal

Valor foi repassado para IFs, Cefets e Colégio Pedro II em 2023 e junho de 2024. Até 2026, haverá mais R$ 950,8 milhões, via Novo PAC

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo