X
Serviços

Casamento é o serviço mais pedido na Carreta da Justiça em Vicentina

Unidade prestou atendimento na região na última sexta-feira, 24

União de casais atendidas na Carreta / Foto: Divulgação

Vicentina recebeu entre quinta e sexta-feira, 23 e 24, os serviços da Carreta da Justiça. Entre os serviços mais prestados, a união de casais recebeu a documentação assinada pelo juiz Robson Celeste Candeloro.

Os números mostram que o reconhecimento de união estável e sua conversão em casamento foi o serviço da justiça mais procurado. No total foram 37 casais atendidos. Apesar do grande número de uniões, foram realizados 11 divórcios.

Houve ainda duas investigações de paternidade, um reconhecimento e dissolução de união estável; uma ação de alimentos. Em dois dias de trabalho foram abertas 52 novas ações e 60 pessoas atendidas com atendimentos, agendamentos, consultas e orientações gerais. O representante da defensoria que acompanha a unidade móvel auxiliou 19 cidadãos.

Na verdade, a Carreta da Justiça, além de aproximar o Judiciário da população, propicia cidadania a pessoas que nunca tiveram a possibilidade de utilizar as atividades judicial e judiciária, sem a necessidade de se deslocar para a cidade onde existe um Fórum.

Calendário

As próximas cidades a receber a unidade móvel, de acordo com o calendário, são Laguna Carapã (27 e 28/11), Douradina (30/11 e 01/12), Aral Moreira (11 e 12/12) e Antônio João (14 e 15/12).

A unidade móvel é uma miniatura de um fórum e tem gabinete do juiz, sala para promotor, defensor público, sanitário, uma pequena copa e a varanda na frente para recepção das pessoas, o que totaliza 44 m².

A Carreta da Justiça faz parte do Programa Judiciário em Movimento do Poder Judiciário de MS e a unidade móvel tem jurisdição em todo o Estado, com competência para apreciar e julgar todas as ações de natureza cível, criminal e juizados especiais, além de Tribunal do Júri.

Na carreta são oferecidos serviços das áreas cível e criminal, de competência dos Juizados Especiais, como conversão de união estável em casamento, exames de DNA, divórcios, dissoluções de união estável, investigação de paternidade, pedidos para receber pensão alimentícia ou parar de pagar, reconhecimento de paternidade, além das audiências cíveis e criminais já pautadas.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Vacinação contra dengue é ampliada em MS

Dose começa a ser aplicada em crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos

Economia

Prazo para empresas entregarem relatório salarial termina nesta quinta

O documento deve ser enviado pelo Portal Emprega Brasil do MTE

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo