21 de janeiro de 2021
Anuncie Aqui
-->
Geral

Custo da construção em MS teve a 8ª maior alta do País

11 DEZ 2007 - 10h21min
campo grande news

Mato Grosso do Sul teve este ano o 8º maior aumento no custo da construção civil do País, segundo mostra a pesquisa do Custo Nacional da Construção Civil, elaborada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em parceria com a Caixa Econômica Federal. Para construir uma casa básica de 50 metros quadrados, uma família precisa hoje desembolsar R$ 29.068, o que significa R$ 6,4 mil a mais que em janeiro.


O aumento acumulado em 11 meses é de 7,20% em Mato Grosso do Sul, quando a média nacional é de 5,28%. Hoje o custo de mão-de-obra e material para edificar o metro quadrado no Estado é de R$ 581,36, contra R$ 542,31 no começo do ano. Isso sem levar em conta o gasto com o terreno, um custo que também aumentou bastante com a valorização imobiliária. Essa valorização decorre de uma série de fatores e o principal deles é a urbanização que motiva investimentos em construção de casas, condomínios e reformas.


Cimento - O presidente do Sinduscon (Sindicato da Indústria da Construção Civil), Jary Castro, afirma que a alta do cimento foi o que pressionou o orçamento da construção civil. "Primeiro o cimento sumiu do mercado, depois reapareceu com preço maior. O saco de 50 quilos que vinha sendo comprado por R$ 14,00 hoje é encontrado por até R$ 19,00", diz. O aumento é de cerca de 35%, situação retratada recentemente em reportagem do Campo Grande News .


O reajuste salarial, que foi em março, foi na casa dos 4% e não exerceu pressão expressiva no custo da construção, segundo Castro. Ele afirma que o mercado está aquecido e as perspectivas para 2008 são positivas. Destacam-se na construção civil Campo Grande, puxada pelas obras de urbanização, Três Lagoas, onde indústrias estão se instalando, Dourados, por conta da agroindústria e Corumbá.


O presidente do Sintracom, o sindicato que reúne os trabalhadores no setor em Mato Grosso do Sul, Samuel da Silva Freitas, classifica 2007 como o melhor momento da construção civil para os trabalhadores desde 1994, ou seja, em 13 anos.


Segundo ele, dos 30 mil trabalhadores que o sindicato calcula existir no Estado, só não estão ocupados em empregos formais aqueles que preferem atuar como autônomos, estimados em 20% do total de profissionais. Diariamente a Funtrab e Funsat divulgam listas de empregos formais em aberto com vagas em canteiros de obras.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Bombeiro militar que prestou serviços em Aquidauana morre vítima da Covid-19

2
Geral

Confira as oportunidades da Casa do Trabalhador de Aquidauana

3
Policial

Sem achar corpo no rio Aquidauana, bombeiros aguardam novas informações

4
Nioaque

Com previsão de mais chuva, Defesa Civil alerta moradores de Miranda, Bonito e Nioaque

Vídeos

Após chuvas, árvore cai em cima do telhado de residência em Corumbá

Com período chuvoso intenso, rio Aquidauana sobe e chega a 5 metros

Após acidente de trânsito envolvendo carro e moto, vítima é levada para pronto socorro

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min22 max28

Aquidauana

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.
min22 max28

Anastácio

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
6,10m
Miranda
4,05m
Paraguai
0,94cm

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Uma...

Raquel Anderson

Dialeto caipira, uma maravilha!

Mariana Thomé

Corrupção: o mal que deve ser inibido e que impede o ...

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Lojas de Souvenirs

Aqui Móveis

Rua Estevão Alves Correa, 363 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3860
Advocacia

Heber Seba Queiroz

Rua Marechal Mallet, 398 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-9999 / Cel
Auto Elétrica/Oficinas

Oficina Brasil

Pandia Calogeras, 841 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3574
Ver Mais
Fale com a redação