05 de agosto de 2021
Anuncie Aqui
Meio Ambiente

Decreto reacende polêmica em MS sobre plantação de cana no Pantanal

Segundo ambientalista, o solo não é indicado para o plantio de monoculturas

9 NOV 2019 - 10h49min
Midiamax

Campanha Supermercado Atlântico_Quinta 02

Decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), na última terça-feira (05), liberando a plantação de cana-de-açúcar no Pantanal reacendeu polêmica em Mato Grosso do Sul. A revogação do decreto 6.961/ 2009, que garantia a produção do etanol de forma sustentável, movimentou ambientalistas e políticos.

Além de impactar o Pantanal, o decreto também autoriza o plantio na área amazônica e da bacia do Alto do Paraguai. Para o deputado estadual Zé Teixeira (DEM), muitos podem ter visão equivocada sobre as definições e características do bioma. “Nessa região tem uma quantidade enorme de terras férteis e quando você fala pantanal, imagina na sua cabeça de criança de primeiro ano de escola, que é uma parte de terra alagada”, explica o deputado. 

Zé Teixeira diz ainda que a expansão garante sustentabilidade e liberdade aos produtores. “Então o que ele  [Bolsonaro] está criando? Um desenvolvimento sustentável e dando liberdade ao proprietário, porque ele não pode ser policiado por olhos ambientalistas e fanáticos”.

A engenheira agrícola e ambiental, Alexandra Pinho, explica que no Pantanal existem áreas de campo aberto, mas garante que o plantio de cana-de-açúcar nesta região não é uma prática viável. “O Pantanal tem muita área de campo, mas não é uma área de aptidão. Ainda mais que a cana usa uma grande quantidade de insumos agrícolas, como agrotóxicos, que vão estar diretamente ligados a água”, explica.

A ambientalista destaca que o plantio da cana-de-açúcar é uma monocultura e que acaba interferindo na qualidade ambiental. Alexandra explica que essa prática com o uso de agrotóxicos podem atingir o bioma de forma preocupante.

“Esses fertilizantes e agrotóxicos, podem causar processos de eutrofização por um acumulamento de matéria orgânica. Esse processo de eutrofização é o envelhecimento dos lagos, que vai deteriorar e acabar com a vida útil desses sistemas, o pantanal é formado por isso”, ressalta.

Etanol

Ao contrário do que pode-se pensar o doce da cana-de-açúcar não vem da garapa ou do melado, mas sim da grande produção de etanol. No último mês, o Brasil exportou o biocombustível para 21 países diferentes, totalizando mais de 210 milhões de litros de etanol, segundo o  Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Segundo a engenheira agrícola e ambiental, a expansão do plantio não vê a cana-de-açúcar como produto de consumo alimentício. “A cana não é vista como um alimento, ela vai ser commodity para produzir açúcar ou etanol”.

Em 31 de outubro, um projeto de lei foi enviado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para a Assembleia Legislativa propõe o aumento de 30% da alíquota de ICMS (Imposto sobre Comercialização de Mercadorias e Serviços) da gasolina e 20% do etanol. O projeto reduziria em 5% o valor impostos cobrados no etanol.

Ao defender o projeto, o deputado estadual Felipe Orro (PSDB) afirmou que a aprovação pode gerar manifestações da população, mas que a situação pode gerar investimento nas indústrias. “A maioria dos carros são flex e podem optar pelo etanol, o que pode acabar estimulando as indústrias”, disse.

Divide opiniões

O deputado estadual, João Henrique Catan (PL) acredita que o avanço da tecnologia pode ser um aliado para a expansão do plantio de cana-de-açúcar no Pantanal. “Eu acho que hoje em dia, se tiver investimento, cuidado e acompanhamento de ambientalistas sérios e independentes, pode ser feito com segurança”, afirma.

Contrário, o deputado estadual Cabo Almi (PT) diz que o decreto é um golpe contra o meio ambiente. O parlamentar diz que as queimadas na Amazônia parecem estar sendo facilitadas de alguma forma. “ A ampliação de usinas é perversa e não contribui sobre com a preservação do meio  ambiente, tratado mundialmente como necessidade do ser humano. É na verdade mais um golpe que o Brasil está sofrendo pelo Bolsonaro”, finaliza.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Acidente entre carro e moto deixa mulher ferida em Anastácio

2
Entretenimento

Motoqueiros fazem graça no trânsito e se dão mal; veja o vídeo

3
Aquidauana

Ao se valorizar, Néia prova que é possível emagrecer em qualquer idade

4
Geral

Confira as oportunidades da Casa do Trabalhador de Aquidauana

Informe Publicitário

Informe

Genipapo Hotel Fazenda traz um "arraiá" diferente à você!

Previsão do Tempo

min16 max32

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min16 max32

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,91m
Miranda
1,67m
Paraguai
0,84m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Pelos...

Rosildo Barcellos

Aruanã Etô – É o lugar das máscaras !

Gabriel Novis Neves

A GRATIDÃO TAMBÉM É VIRTUDE ETERNA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Cacimba Sorveteria

R. Manoel Antônio Paes de Barros, 616 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-6272
Pousadas

Fazenda 23 de Março

Acesso por Miranda ou Taunay, ------ ------- - 79002-364 Aquidauana/MS (67)321-4737 / 9997- www.fazenda23demarco.com.br
Camping

Camping Pequi - Estrada da Margem Esquerda

, - 79210-000 Anastácio/MS (55) (67) 3245-0949/ www.pantanalpequi.com.br
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo