X
Geral

Dengue continua matando em MS

Vítima fatal é de Dourados, onde a doença avança

Com mais de mil casos registrados, a dengue fez uma vítima fatal na noite da última sexta feira, em Dourados. Uma anciã, Celestina Bessa da Silva, de 84 anos, residente na rua Projetada I, na Vila Seac, periferia da cidade, estava internada há dias no Hospital da Vida.

Segundo o atestado de óbitgo as causas da morte foram falência múltipla dos órgãos, choque séptico e sépse de origem abdominal, ocorridos em consequência da dengue hemorrágica.

Diante do grave quadro na cidade, várias paróquias da Igreja Católica resolveram, no final de semana, contribuir com o combate à dengue. Presente à reunião que definiu a participação da Igreja no combate ao avanço da doença, o Secretário de Saúde, Mário Eduardo Rocha, observou que a estratégia mais eficiente para combate a epidemia e a sua letalidade é a coordenação de todos os setores da administração e a sociedade civil, se envolvendo com a extinção dos criadouros do mosquito aedes aegypti.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Concurso

Inscrições para o concurso da Caixa iniciam nesta quinta-feira

Edital prevê a contratação de mais de 4 mil empregados

Saúde

Ministério da Saúde atualiza a remuneração dos agentes de saúde

Atualmente, o Brasil conta com cerca de 267 mil agentes comunitários de saúde e 102 mil agentes de combate às endemias

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo