17 de janeiro de 2021
Anuncie Aqui
-->
Geral

Dólar fecha em alta com aversão a risco, a R$ 1,777

12 NOV 2007 - 17h05min
agência estado

O mercado de câmbio brasileiro acompanhou a valorização global do dólar hoje, afetado também pelo aumento de aversão a risco que motivou investidores a buscarem ativos considerados mais seguros. A forte realização de lucros na Bolsa de Valores de São Paulo reforçou a alta nas cotações, com investidores estrangeiros embolsando principalmente os ganhos com ações da Petrobras. A cautela com a semana recheada de indicadores importantes nos Estados Unidos foi mais um componente para o avanço no preço da moeda norte-americana.


No pregão da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar à vista fechou em alta de 1,86%, cotado a R$ 1,777. Ao longo do dia, oscilou da mínima de R$ 1,758 à máxima de R$ 1,78. O volume financeiro somou US$ 587,5 milhões. No mercado interbancário de câmbio, o dólar comercial subiu 1,78%, encerrando as negociações a R$ 1,777.


A alta das Bolsas em Nova York não impediu um clima de aversão a risco no ambiente financeiro internacional, que se refletiu no desmonte de operações de carregamento - especulação com moedas de países onde os juros são mais baixos. Às 16h38, por exemplo, o euro cedia a US$ 1,4545. Também perdiam valor diante da moeda norte-americana divisas de países emergentes, como o peso mexicano, o rublo (Rússia) e a lira turca.


A preocupação com risco decorre dos desdobramentos da crise das hipotecas de alto risco (subprime) nos EUA. A cada dia surgem novos rumores sobre perdas de instituições financeiras fortemente atuantes nesse segmento. Hoje, foi a vez do HSBC que, segundo a imprensa britânica, deve anunciar prejuízo adicional de cerca de US$ 1 bilhão com créditos imobiliários podres.


No ambiente doméstico, repercutiram rumores de que o Ministério da Fazenda poderia vir a tomar medidas para conter a queda do dólar. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, contudo, afirmou que não há nenhuma mudança cambial em estudo para ser adotada no momento, mas não descartou a possibilidade de vir a adotar alguma medida caso haja uma valorização mais acentuada do real. "Existe um monitoramento permanente da política, da situação do País, da condição das moedas, mas eu não tenho nada preparado que vá ser feito no momento", afirmou Mantega durante a tarde.


O Banco Central realizou leilão de compra de dólares no mercado à vista, no qual adquiriu a divisa norte-americana à taxa de R$ 1,7689. Dos bancos que participaram da operação somente sete divulgaram suas propostas, que variaram de R$ 1,7682 a R$ 1,770. Do total de propostas divulgadas, o BC aceitou duas, segundo operadores.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Familía faz homenagem à jovens recém casados

2
Geral

Homem é flagrado nu após ser obrigado a deixar roupas como garantia de pagamento em bar

3
Policial

Após tomar facada no coração, homem é largado em frente a uma padaria

4
Aquidauana

Aquidauana registra morte de paciente de 28 anos causada por coronavírus

Vídeos

Temporal durante a madrugada causa alagamentos e deixa moradores ilhados em Corumbá

Tata Werneck responde fã que comparou Aquidauana a ''Aquidauanus'' no instagram

Marca P Remates realiza 1° leilão de corte de 2021

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min23 max31

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.
min23 max31

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,20m
Miranda
2,81m
Paraguai
0,64cm

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Solidão, Solidariedade, Solicitude

Valdemir Gomes

Sei...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: NÃO HÁ LUGAR PARA TODOS NO PÓ...

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Supermercados

Mercearia e Bar da Praça

Manoel Antonio Paes de Barros, 760 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2757
Distribuidoras de Gás

Shekinah Gás

Rua 27 de julho esq. com João Pessoa, s/n - 79210-000 Anastácio/MS (67) 3245-0055
Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Jô Ju Pastelaria

R. 7 de Setembro, 1010 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-7027
Ver Mais
Fale com a redação