X
Meio Ambiente

Fazendeira é autuada por derrubar árvore em área de mata ciliar do rio da Prata

Ela foi multada em R$ 6 mil

Divulgação/PMA

Uma proprietária rural de 27 anos foi autuada nesta quinta-feira (11) após derrubar árvore em área protegida em uma fazenda em Bonito. A árvore foi derrubada para a exploração de madeira. Além disso, ela foi autuada por incêndio em vegetação arbustiva. 

Durante fiscalização da PMA (Polícia Militar Ambiental) na fazenda da autuada, a 42 km da cidade, à margem da rodovia MS 382, os policiais localizaram inicialmente o corte de uma árvore de grande porte da espécie Bálsamo para a exploração da madeira. A extração da árvore sem autorização ambiental foi realizada para a exploração da madeira e ainda dentro da área protegida por lei de matas ciliares do rio da Prata. 19 pranchões resultantes do desdobramento da árvore derrubada foram apreendidos. 

Ainda em área próxima dali na fazenda, a proprietária realizou uma limpeza de vegetação com a licença ambiental emitida pelo órgão ambiental, porém, colocou fogo em 7.000 m² de vegetação arbustiva na área onde fora efetuada a limpeza sem autorização ambiental. O incêndio ocorreu alguns dias antes da vistoria.

A infratora, residente em Jardim, responderá por crime ambiental de degradação de área protegida de preservação permanente, com pena prevista de um a três anos de detenção. Ela também foi autuada administrativamente e foi multada em R$ 6 mil pela exploração ilegal da madeira na área protegida e pelo incêndio.
(informações da PMA)
 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Obras

Município e Estado firmam convênio para obras do Rio Formoso

O investimento chega a R$ 7,7 milhões

Polícia

Idoso que matou garota de programa em São Gabriel do Oeste é preso

Jovem foi assassinada com tiro em fazenda da região

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo