13 de abril de 2021
Anuncie Aqui
-->
Bolívia

Fronteira da Bolívia com Corumbá é desbloqueada após 21 dias de protestos

Evo Morales renunciou a presidência no último domingo

13 NOV 2019 - 16h27min
Midiamax

Depois de 21 dias de bloqueio, a fronteira da Bolívia com Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande, foi reaberta nesta quarta-feira (13). O local foi fechado para tráfego de veículos no dia 23 de outubro aderindo a greve geral convocada por opositores ao então presidente eleito Evo Morales.

IvrNet_Campanha de Páscoa 11

Os protestos aconteceram em vários locais do país, por suspeita de fraude na eleição presidencial realizada no dia 20 de outubro, e foram convocados pelo Comitê Cívico de Santa Cruz de La Sierra.

A OEA (Organização dos Estados Americanos) apontou após a auditoria que houve fraude e no último domingo (10) Evo renunciou ao quarto mandato como presidente do país.

De acordo com o site Diário Corumbaense, estavam bloqueadas estradas, ferrovias e a fronteira das cidades de Arroyo Concepción, Puerto Quijarro e Puerto Suárez com Corumbá. Apenas pedestres e ambulâncias em casos de emergência podiam circular pela faixa fronteiriça.

Na manhã desta quarta-feira a movimentação maior na região era de caminhões transportando diversos tipos de cargas e brasileiros que estudam e trabalham no lado boliviano.

Renúncia

Após a renúncia o ex-presidente Evo Morales, a situação no país se agravou o que o levou a pedir asilo político no México, onde chegou nesta terça-feira (12).

Conforme agências de notícias, o vice de Evo, Álvaro García Linera, a senadora Adriana Salvatierra e o deputado Víctor Borda, nomes na sucessão para ocupar o cargo de chefe do Estado Boliviano, também renunciaram.

A senadora Jeanine Añez, próxima na linha sucerrória, então se autodeclarou presidente interina durante uma sessão especial na Assembleia Legislativa boliviana.

A finalidade do mandato temporário é garantir a institucionalidade do Estado e reorganizar imediatamente o Corpo Eleitoral Plurinacional, para serem convocadas novas eleições gerais e a transferência de comando seja realizada em 22 de janeiro de 2020.

O governo brasileiro reconheceu a senadora Jeanine Añez como nova presidente da Bolívia. Em publicação no Twitter, o Ministério das Relações Exteriores saudou a determinação de Jeanine em trabalhar pela realização de novas eleições e diz que quer aprofundar a “fraterna amizade” entre Brasil e Bolívia.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Um dia após completar 58 anos, aquidauanense morre de covid-19

2
Geral

Fonoaudióloga Adriana Lisboa morre na capital por sequelas da Covid-19

3
Aquidauana

Carro pega fogo e moradores ajudam a apagar incêndio em Aquidauana

4
Geral

Um mês após perder esposa e filho, Elciney tenta na justiça provar negligência do Hospital Regional

Vídeos

Vídeo: Casal furta televisões de loja no centro da capital, em plena luz do dia

Apoiadores de Bolsonaro saem às ruas pedindo não ao Lockdown e sim à Intervenção Militar

Estreia Curta Metragem A Paixão de Cristo

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min20 max32

Aquidauana

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
min20 max32

Anastácio

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,18m
Miranda
2,97m
Paraguai
1,82m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Tem...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: EXÉQUIAS

Raquel Anderson

A gente vai morrer!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Ag. Correios

Agencias dos Correios -Central

Manoel Antonio Paes de Barros, 620 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 6065
Veículos

Centro Automotivo Globo

Rua Theodoro Rondon, 347 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4357
Hotéis

Hotel Santa Izabel

Rua Manoel Aureliano da Costa, 674 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3214 / Fax
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo