X
Geral

Hoje é o Dia Nacional do Frevo

O berço do frevo é o Estado de Pernambuco

Originária do Recife PE, essa dança foi introduzida no Carnaval do Rio de Janeiro em 1935

Uma sombrinha colorida, algum equilíbrio e joelhos fortes. Se você tem tudo isso, aproveite esta terça-feira (9) para comemorar o Dia do Frevo.

O frevo é dança e música brasileira do tempo do Carnaval, e é tocada e dançada num ritmo tão frenético que a multidão fica a ferver – daí o seu nome. Cada dançarino vai improvisando, sendo os passos principais os dos movimentos do parafuso, tesoura, saca-rolhas, etc.

Originária do Recife PE, essa dança foi introduzida no Carnaval do Rio de Janeiro em 1935 e nesta mesma década surge a divisão do frevo em três tipos: Frevo de rua ; Frevo canção ; Frevo de bloco.

Origem
Esta dança teve origem nos movimentos da Capoeira. A estilização dos passos foi resultado da perseguição infligida pela Polícia aos capoeiras, que aos poucos sumiram das ruas, dando lugar aos passistas.

Em meados do século XIX, em Pernambuco, surgiram as primeiras bandas de músicas marciais, executando dobrados, marchas e polcas. Estes agrupamentos musicais militares eram acompanhados por grupos de capoeiristas.

Por esta mesma época, surgiram os primeiros clubes de carnaval de Pernambuco, entre eles o Clube Carnavalesco Misto Vassourinhas (1889) e o C.C.M. Lenhadores (1897), formados por trabalhadores, cada um possuindo a sua banda de música. Os capoeiristas necessitavam de um disfarce para acompanhar as bandas, agora dos clubes, já que eram perseguidos pela polícia.

Assim, modificaram seus golpes acompanhando a música, originando tempos depois o “Passo” (a dança do Frevo) e trocando suas antigas armas pelos símbolos dos clubes que, no caso dos Vassourinhas e Lenhadores, eram constituídos por pedaços de madeira encimados por uma pequena vassoura ou um pequeno machado, usados como enfeites.

A sombrinha teria sido utilizada como arma pelos capoeiristas, à semelhança dos símbolos dos clubes e de outros objectos como a bengala. De início, era o guarda-chuvas comum, geralmente velho e esfarrapado, hoje estilizado, pequeno para facilitar a dança, e colorido para embelezar a coreografia. Actualmente a sombrinha (chapéu-de-sol) é o ornamento que mais caracteriza o passista e é um dos principais símbolos do carnaval de Pernambuco.

O berço do frevo é o Estado de Pernambuco, onde é mais dançado do que em outra qualquer parte. Há inúmeros clubes que se comprazem em disputar a palmo nesta dança tipicamente popular, oferecendo exibições de rico efeito coreográfico. Alguém disse que o frevo vem da expressão errónea do negro querendo dizer: “Eu fervo todo”, diz: “Quando eu ouço essa música, eu frevo todo”.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Concurso

Inscrições para o concurso da Caixa iniciam nesta quinta-feira

Edital prevê a contratação de mais de 4 mil empregados

Saúde

Ministério da Saúde atualiza a remuneração dos agentes de saúde

Atualmente, o Brasil conta com cerca de 267 mil agentes comunitários de saúde e 102 mil agentes de combate às endemias

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo