X
Geral

Mato Grosso do Sul será representado por 23 delegados na 1ª Conferência Nacional de Saúde Ambiental

O Mato Grosso do Sul será representado por 23 delegados na 1ª Conferência Nacional de Saúde Ambiental (CNSA) que tem como tema "A saúde ambiental na cidade, no campo e na floresta: construindo cidadania, qualidade de vida e territórios sustentáveis", terá início no dia 9 de dezembro, na Associação Atlética Lúdico Recreativa, em Brasília (Setor de Clubes Sul, trecho 2, conj. 53). O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os ministros José Gomes Temporão, Carlos Minc e Marcio Fortes participarão da abertura oficial do evento, que reunirá cerca de duas mil pessoas, entre delegados de todos os estados e observadores de 11 países.


O evento coordenado pelos Ministérios da Saúde, do Meio Ambiente, das Cidades e 29 entidades representativas da sociedade civil organizada tem como objetivo contribuir para a construção da Política Nacional de Saúde Ambiental.


Dados da Comissão Organizadora Nacional (CON) da 1ª CNSA apontam que mais de 60 mil pessoas se envolveram diretamente na realização das etapas nos municípios, estados e no DF. De julho a novembro, foram realizadas 285 Conferências Municipais, 151 Conferências Regionais ou Micro Regionais, 27 Conferências Estaduais e do Dislisetrito Federal, além de 3 seminários temáticos.


As conferências estaduais geraram 56 diretrizes e 234 ações estratégicas. A plenária nacional definirá 24 diretrizes e 48 ações, que serão enviadas aos ministérios e conselhos envolvidos na realização do evento.


Os temas que estarão em pauta na plenária nacional incluem a necessidade de processos produtivos e consumo sustentáveis; melhoria de infreaestrutura, como o saneamento; articulação interinstitucional, ações integradas e controle social; territórios sustentáveis, planejamento e gestão integrados; educação, informação, comunicação e produção de conhecimento; e marco regulatório e fiscalização.


Estes assuntos foram eleitos de acordo com os três eixos temáticos da 1ª CNSA: I - Desenvolvimento e sustentabilidade sócio-ambiental no campo, na cidade e na floresta; II - Trabalho, ambiente e saúde: desafios dos processos de produção e consumo nos territórios; III - Democracia, educação, saúde e ambiente: políticas para a construção de territórios sustentáveis.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cidades

Jovem é socorrido após ser mordido por queixada no Pantanal

Corpo de Bombeiros realizou resgate aéreo da vítima

Polícia

Terceiro suspeito de roubo em Correios de Inocência é preso

Polícia Civil e Militar perderam três envolvidos 24h após o crime

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo