X
Geral

Morre um Ícone da música Sul-matogrossense. Corpo do cantor Délio é velado na Câmara Municipal

A saúde dele já estava muito debilitada desde o início 2007

O presidente da Fundação Municipal de Cultura, Athayde Nery, lamentou a morte do músico José Pompeu, o Délio, da dupla Délio e Delinha.

“É um ícone da nossa música pantaneira. Ele e a Delinha construíram uma carreira reconhecida por todo mundo, mas ao mesmo tempo com a sina de não vir com a condição financeira”, afirmou Athayde, em entrevista ao Campo Grande News.

Athayde disse ainda que a preocupação agora deve ser de não deixar a família dele desamparada.

Delinho morreu às 17h desta segunda-feira, aos 84 anos, no Hospital do Câncer Alfredo Abrahão, em Campo Grande, em decorrência de um câncer de pulmão.

A saúde dele já estava muito debilitada desde o início 2007. O velório deverá ser hoje, a partir das 22h, na Câmara Municipal de Campo Grande.

Délio e Delinha fizeram história com música de raiz e letras inocentes que ficaram eternizadas, entre elas o sucesso “O Sol e a Lua”. Os dois haviam se separado no casamento, mas continuaram cantando juntos.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Ministério da Saúde inicia plano para vacinar 130 mil indígenas

Ao longo do Mês de Vacinação dos Povos Indígenas, serão ofertadas 240 mil doses. Ação começa neste sábado (13), em Oiapoque (AP), com a presença da ministra Nísia Trindade

Esporte

Atleta paralímpica de Aquidauana conquista vaga no Bolsa Atleta

Yzarrara foi selecionada na competição de parabadminton do ano passado

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo