X
Geral

Morre um Ícone da música Sul-matogrossense. Corpo do cantor Délio é velado na Câmara Municipal

A saúde dele já estava muito debilitada desde o início 2007

O presidente da Fundação Municipal de Cultura, Athayde Nery, lamentou a morte do músico José Pompeu, o Délio, da dupla Délio e Delinha.

“É um ícone da nossa música pantaneira. Ele e a Delinha construíram uma carreira reconhecida por todo mundo, mas ao mesmo tempo com a sina de não vir com a condição financeira”, afirmou Athayde, em entrevista ao Campo Grande News.

Athayde disse ainda que a preocupação agora deve ser de não deixar a família dele desamparada.

Delinho morreu às 17h desta segunda-feira, aos 84 anos, no Hospital do Câncer Alfredo Abrahão, em Campo Grande, em decorrência de um câncer de pulmão.

A saúde dele já estava muito debilitada desde o início 2007. O velório deverá ser hoje, a partir das 22h, na Câmara Municipal de Campo Grande.

Délio e Delinha fizeram história com música de raiz e letras inocentes que ficaram eternizadas, entre elas o sucesso “O Sol e a Lua”. Os dois haviam se separado no casamento, mas continuaram cantando juntos.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Concurso

Inscrições para o concurso da Caixa iniciam nesta quinta-feira

Edital prevê a contratação de mais de 4 mil empregados

Saúde

Ministério da Saúde atualiza a remuneração dos agentes de saúde

Atualmente, o Brasil conta com cerca de 267 mil agentes comunitários de saúde e 102 mil agentes de combate às endemias

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo